Meteorologia

  • 19 NOVEMBRO 2017
Tempo
10º
MIN 10º MÁX 10º

Edição

Dietas restritivas engordam, diz especialista

A obesidade está se tornando um problema crônico mundial, e no Brasil a situação não é diferente

Dietas restritivas engordam, diz especialista
Notícias ao Minuto Brasil

06:00 - 23/10/17 por Notícias Ao Minuto

Lifestyle OBSESSÃO

Obviamente, o objetivo de todo mundo que faz dietas é emagrecer. Para satisfazer a tantas pessoas que querem perder peso, todos os dias surgem novos métodos estranhos e malucos, que prometem milagres do dia para a noite. E, adivinhe: raras pessoas conseguem resultados satisfatórios e duradouros. Por quê? Segundo a nutricionista franco-brasileira, autora do best-seller “O Peso das Dietas", Sophie Deram, em entrevista ao UOL, a culpa é das dietas restritivas, pois elas só engordam.

A obesidade está se tornando um problema crônico mundial, e no Brasil a situação não é diferente. Segundo dados do VIGITEL Brasil 2016, o brasileiro está passando por um momento de transição, saindo da desnutrição e caminhando para a obesidade. Só nos últimos 10 anos, o aumento no índice de obesidade foi de 60%. Ao mesmo tempo, a magreza excessiva é exaltada na mídia e nas redes sociais, criando um paradoxo no qual a saúde não se encaixa e cede espaço para as doenças físicas e mentais.

+ 12 técnicas para conseguir acordar mais cedo

Segundo a especialista, o segredo para emagrecer é muito simples: não fazer dietas. Sophie explica que estudos ao redor do mundo já comprovaram que mais de 90% das pessoas que começam dietas restritivas recuperam todo o peso perdido (ou engordam ainda mais) no espaço de 6 meses a 2 anos. "Claro que fazer dieta –seja low-carb, low-fat, da proteína, paleo, vegan, jejum intermitente ou alguma outra– vai gerar perda de peso… no começo. Esse período inicial dá uma grande euforia! “Foco, força e fé”, eles dizem. Mas isso não dura e, na realidade, depois disso você começa a ter uma relação diferente com a comida. Da mesma forma, seu corpo e metabolismo mudam", comenta.

Como a restrição cria um desejo ainda maior pela comida, o corpo passa a querer comer para satisfazer o emocional e ingerir comida quando está triste, cansado, estressado e ansioso, não quando está com fome. E, nesses momentos, você não vai querer alface, mas sim uma bela fatia de bolo de chocolate. "Dietas restritivas podem levar à obsessão por comida, comer emocional, transtornos alimentares e aumento do risco de engordar a longo prazo", alerta a especialista.

Sophie afirma ainda que não existem dietas milagrosas e o segredo da perda de peso passa pela relação saudável com a comida, respeitando o corpo e se preocupando com a nutrição. "Esse sim é o caminho para alcançar um peso saudável, sustentável e sem pressa", finaliza.

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

Apple Store Download Google Play Download

Receba dicas para uma vida melhor!

Moda e Beleza, Férias, Viagens, Hotéis e Restaurantes, Emprego, Espiritualidade, Relações e Sexo, Saúde e Perda de Peso

Obrigado por ter ativado as notificações de Lifestyle ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Brasil Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório