Meteorologia

  • 09 DEZEMBRO 2018
Tempo
15º
MIN 15º MÁX 15º

Edição

Modo como o arroz é feito pode causar muitos males à saúde; entenda

Segundo cientistas, o modo de cozimento convencional faz muito mal à saúde

Modo como o arroz é feito pode causar muitos males à saúde; entenda
Notícias ao Minuto Brasil

09:56 - 28/11/18 por Notícias Ao Minuto

Lifestyle ARSÊNICO

Fazer arroz é muito fácil: basta colocar azeite em uma panela e refogar alho e cebola, acrescentar o arroz lavado, água fervente e depois deixá-la evaporar por completo. Simples, porém perigoso. Segundo cientistas, estudos recentes apontam que este tipo de cozimento libera arsênico, o que pode causar sérios problemas de saúde e até, em casos extremos, matar.

Segundo a revista Visão, a cozedura do arroz até que a água seque deixa vestígios do semimetal, um elemento tóxico que contamina o arroz ainda na fase de plantio (por uso de fertilizantes e da água). Dentre os problemas de saúde associados ao arsênico estão câncer, problemas cardíacos, diabetes, entre outros.

Nos testes realizados pelo professor de ciências biológicas na Universidade Queens de Belfast, Andy Meharg, no programa "Trust me, Im a Doctor" da BBC, o pior método é cozinhar uma porção de arroz em duas de água e consumir. A técnica saudável e menos prática é cozinhar e deixar o arroz repousando em água durante a noite, o que faz o alimento baixar em cerca de 80% os níveis de arsênico. Por fim, o terceiro método é o mais saudável: cozer uma porção de arroz em 5 porções de água e depois escorrer o arroz. Desta maneira, não são encontrados vestígios de arsênico no alimento.

Leia também: Veja como preparar esfirras deliciosas e dica para congelá-las

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

Apple Store Download Google Play Download

Receba dicas para uma vida melhor!

Moda e Beleza, Férias, Viagens, Hotéis e Restaurantes, Emprego, Espiritualidade, Relações e Sexo, Saúde e Perda de Peso

Obrigado por ter ativado as notificações de Lifestyle ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Brasil Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório