Meteorologia

  • 22 ABRIL 2019
Tempo
15º
MIN 15º MÁX 15º

Edição

4 dicas para garantir uma alimentação saudável para a família e poupar

O Brasil está entre os dez países que mais descartam alimentos no mundo

4 dicas para garantir uma alimentação saudável para a família e poupar
Notícias ao Minuto Brasil

07:50 - 19/03/19 por Notícias Ao Minuto

Lifestyle SEM DESPERDÍCIO

Sabe aquela maçã pequena e meio torta que sobra na gôndola da feira ou do supermercado? Saiba que ela é tão nutritiva quanto uma linda maçã vermelha que poderia estar na história da Branca de Neve. No Brasil, cerca de um terço das frutas e legumes produzidos são jogadas no lixo por estarem “fora do padrão”. De olho nesta realidade, já começam a surgir empresas especializadas em comercializar vegetais fora do padrão, por preços mais baixos. A moda começou na Europa, mas já chegou ao Brasil.

+ Torta de maçã é delícia feita com alimentos da safra; aprenda

De acordo com dados da FAO (órgão da Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação), o Brasil está entre os dez países que mais descartam alimentos no mundo. E um dos motivos é o fato de frutas, legumes e verduras estarem fora do visual esperado pelo consumidor e exigidos pelas grandes redes de supermercados. Isso leva não apenas ao encarecimento dos alimentos que chegam ao mercado, como também é um problema de sustentabilidade, em um mundo em que há milhões de pessoas com fome e desnutrição.

Veja as dicas da Pilar, marca de massas e biscoitos da M. Dias Branco, para contribuir com o meio ambiente e economizar, pois os vegetais “feios” são igualmente nutritivos, mas podem custar até metade do preço.

Vegetais “feios” são aqueles fora do padrão, mas que estão próprios para o consumo. É a maçã torta, a cenoura em diferentes tamanhos, o milho que não entrou na bandeja do supermercado por não ter um formato perfeitinho. Ao escolhê-los, tenha os mesmos cuidados que teria ao comprar frutas e legumes no padrão. Não leve para casa os que estiverem furados, muito amassados ou molengas, o que indica que já não estão apropriados. Legumes e frutas com pequenos amassados são aceitáveis, mas apenas se a casca não estiver rompida. Evite os com buracos, o que pode indicar contaminação com larvas e insetos;

A melhor hora para ir à feira e negociar a compra de vegetais “feios” é por volta das 12h, a famosa hora da Xepa. Escolha com cuidado e peça desconto para o feirante. Em alguns casos, você pode conseguir abastecer a geladeira pagando até metade do preço;

Algumas redes de supermercados já separaram gôndolas especiais não apenas para vegetais “feios”, com descontos entre 20% e 30%, mas também para produtos próximos ao fim da data de validade. Vale ficar de olho nessas ofertas, desde que o produto vá ser rapidamente consumido;

Já começam a surgir no Brasil empresas especializadas em comprar vegetais “feios” diretamente dos produtores e entregar cestas semanais em domicílio, por preços fixos. Como esses itens em geral seriam descartados, essas empresas conseguem produtos de qualidade por valores muito inferiores, que são repassados aos clientes. Vale verificar se já há um serviço assim em sua cidade;

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

Apple Store Download Google Play Download

Receba dicas para uma vida melhor!

Moda e Beleza, Férias, Viagens, Hotéis e Restaurantes, Emprego, Espiritualidade, Relações e Sexo, Saúde e Perda de Peso

Obrigado por ter ativado as notificações de Lifestyle ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Brasil Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório