Meteorologia

  • 19 SETEMBRO 2019
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Esses alimentos combatem o estresse, a ansiedade e a depressão

O estresse pode se manifestar fisicamente através do ganho de peso

Esses alimentos combatem o estresse, a ansiedade e a depressão - Sintomas de depressão e ansiedade, assim como altos níveis de estresse, têm atingido cada vez mais pessoas em todo o mundo. Esses males não apenas causam um grande impacto na saúde mental, mas também podem se manifestar fisicamente. O ganho de peso, induzido pelo estresse, é um dos exemplos aparentes mais comuns. Quando seu corpo está sob uma grande quantidade de estresse, libera o hormônio cortisol, o que leva ao aumento do apetite. Mas como isso acontece exatamente? Basicamente, um nível mais alto de cortisol cria maiores taxas de insulina no organismo, levando a uma queda na taxa de açúcar no sangue, o que é a combinação perfeita para o surgimento daqueles desejos por fast food. Em entrevista ao WebMD, o Dr. Jason Perry Block afirma que "isso acontece, em parte, porque o corpo libera substâncias químicas em resposta aos alimentos que podem ter um efeito calmante direto". Evite estes hábitos! Além do mais, de acordo com a revista Women's Health, há vários outros hábitos comuns entre as pessoas que sofrem de estresse e que levam ao ganho de peso. Indivíduos ansiosos costumam não dormir a quantidade suficiente de horas. A falta de sono, como o estresse, contribui para que o organismo produza mais cortisol. Existem ainda outras práticas que fazem mal à saúde, como pular refeições e o sedentarismo, que estão associadas a pessoas com estresse. Esquecer de comer, quando se está muito ocupado no trabalho, retarda o seu metabolismo e também lhe deixa mais suscetível a excessos, sejam eles de comidas ou bebidas. Mas você sabia que alguns tipos de comida podem ser grandes aliados para amenizar esses sintomas e ainda melhorar o seu humor? Na galeria, conheça os alimentos que combatem o estresse, a ansiedade e a depressão.

Notícias ao Minuto Brasil

18:30 - 12/06/19 por Notícias Ao Minuto

Lifestyle Dieta

Sintomas de depressão e ansiedade, assim como altos níveis de estresse, têm atingido cada vez mais pessoas em todo o mundo. Esses males não apenas causam um grande impacto na saúde mental, mas também podem se manifestar fisicamente. O ganho de peso, induzido pelo estresse, é um dos exemplos aparentes mais comuns.

Quando seu corpo está sob uma grande quantidade de estresse, libera o hormônio cortisol, o que leva ao aumento do apetite. Mas como isso acontece exatamente? Basicamente, um nível mais alto de cortisol cria maiores taxas de insulina no organismo, levando a uma queda na taxa de açúcar no sangue, o que é a combinação perfeita para o surgimento daqueles desejos por fast food.

Em entrevista ao WebMD, o Dr. Jason Perry Block afirma que "isso acontece, em parte, porque o corpo libera substâncias químicas em resposta aos alimentos que podem ter um efeito calmante direto".

Evite estes hábitos!

Além do mais, de acordo com a revista Women's Health, há vários outros hábitos comuns entre as pessoas que sofrem de estresse e que levam ao ganho de peso. Indivíduos ansiosos costumam não dormir a quantidade suficiente de horas. A falta de sono, como o estresse, contribui para que o organismo produza mais cortisol.

Existem ainda outras práticas que fazem mal à saúde, como pular refeições e o sedentarismo, que estão associadas a pessoas com estresse. Esquecer de comer, quando se está muito ocupado no trabalho, retarda o seu metabolismo e também lhe deixa mais suscetível a excessos, sejam eles de comidas ou bebidas.

Mas você sabia que alguns tipos de comida podem ser grandes aliados para amenizar esses sintomas e ainda melhorar o seu humor?

Na galeria, conheça os alimentos que combatem o estresse, a ansiedade e a depressão.

Receba dicas para uma vida melhor!

Moda e Beleza, Férias, Viagens, Hotéis e Restaurantes, Emprego, Espiritualidade, Relações e Sexo, Saúde e Perda de Peso

Obrigado por ter ativado as notificações de Lifestyle ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Brasil Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório