Meteorologia

  • 23 AGOSTO 2019
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Saiba como se prevenir de doenças infecciosas comuns da estação

Apesar da ocorrência de casos durante todo o ano, nesse período, casos de meningite bacteriana são mais frequentes

Saiba como se prevenir de doenças infecciosas comuns da estação
Notícias ao Minuto Brasil

07:25 - 09/07/19 por Notícias Ao Minuto

Lifestyle Inverno

Com a chegada do inverno e das baixas temperaturas, algumas doenças como gripe, viroses, outras infecções, como as meningites bacterianas, podem aparecer. E, para evitar o contágio, é preciso ficar atento e se prevenir.

Segundo o Dr. Jessé Alves (CRM 71991 SP), infectologista e gerente médico de vacinas da GSK, a estação facilita a disseminação de vírus e bactérias. “Durante os dias mais frios, as pessoas ficam mais tempo em ambientes fechados e, com isso, o ar não circula e não se renova, favorecendo assim a transmissão de diversos tipos de vírus e bactérias. Todo esse cenário facilita a propagação de quadros infecciosos. Em idosos e crianças, os cuidados devem ser ainda maiores, pois são mais suscetíveis. Por isso, é importante a prevenção”, afirma.

Além de resfriados, gripes e outras doenças respiratórias, a ocorrência da meningite bacteriana também é mais comum no inverno. “A meningite pode ser causada por diversos agentes infecciosos, como bactérias, fungos e vírus, mas nesse período mais frio a ocorrência da meningite bacteriana é mais comum, apesar da ocorrência de casos durante todo o ano. A doença é muito grave, podendo causar sequelas e até mesmo levar a óbito”, conta Dr. Jessé.

A meningite meningocócica é uma infecção bacteriana das membranas que envolvem o cérebro e a medula espinhal, causada pela bactéria Neisseria meningitidis, que possui 13 sorogrupos identificados, sendo que cinco deles são os mais comuns (A, B, C, W e Y).3,4,5 No Brasil, a doença meningocócica leva cerca de 20% dos pacientes a óbito, geralmente, dentro de 24 a 48 horas após o início dos sintomas.3,14

Dados do Ministério da Saúde mostram que, em 2018, foram registrados 1.129 casos de doença meningocócica no Brasil, sendo que as regiões Sudeste (597 casos) e Sul (227 casos) apresentaram os maiores números de casos notificados.13  A vacinação é uma das melhores formas de prevenção contra a doença.2,4 Outras formas que podem ajudar na prevenção incluem evitar aglomerações e manter os ambientes ventilados e limpos.2

Prevenção

Atualmente, existem vacinas para a prevenção dos 5 sorogrupos mais comuns no Brasil, as vacinas contra a meningite meningocócica causada pelo tipo B e as vacinas contra os tipos A, C, W e Y.4,6-9,13 A vacina contra os tipos A, C, W e Y, por exemplo, é recomendada nos calendários das sociedades médicas a partir dos 3 meses de idade, bem como para jovens e adultos (dependendo da situação epidemiológica).6-8 A vacina para a prevenção da meningite meningocócica causada pelo tipo B é recomendada a partir dos 3 meses de idade pelas sociedades médicas.6-8

Nos postos de saúde, a vacina contra a doença causada pelo meningococo C é disponibilizada para crianças menores de 5 anos de idade e adolescentes de 11 a 14 anos.10

Importante ressaltar que a meningite meningocócica não é uma doença que atinge apenas crianças. Até 23% dos adolescentes e adultos jovens podem ser portadores da bactéria e podem transmití-la para outras pessoas através da saliva e partículas respiratórias, sem necessariamente desenvolver a doença.3,5,11,12

É importante lembrar que a vacinação é um recurso importante para a prevenção, não só da meningite meningocócica, mas de outras doenças infecciosas também em crianças, adolescentes e adultos.

Receba dicas para uma vida melhor!

Moda e Beleza, Férias, Viagens, Hotéis e Restaurantes, Emprego, Espiritualidade, Relações e Sexo, Saúde e Perda de Peso

Obrigado por ter ativado as notificações de Lifestyle ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Brasil Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório