Meteorologia

  • 08 DEZEMBRO 2019
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Egípcia é a primeira mulher africana e árabe a assumir agência da ONU

Ghada Waly foi nomeada para o cargo pelo secretário-geral da ONU, António Guterres, na quinta-feira

Egípcia é a primeira mulher africana e árabe a assumir agência da ONU
Notícias ao Minuto Brasil

13:15 - 24/11/19 por Notícias Ao Minuto

Mundo Ghada Waly

A ministra da Solidariedade Social do Egito, Ghada Waly, sublinhou hoje que será a primeira mulher árabe e africana a assumir o cargo de diretora-executiva do Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (UNODC, sigla em inglês).Ghada Waly foi nomeada para o cargo pelo secretário-geral da ONU, António Guterres, na quinta-feira.

Esta nomeação reflete "a apreciação do papel do Egito no apoio a programas internacionais de desenvolvimento", disse a ministra egípcia numa conferência de imprensa na sede do Ministério da Solidariedade Social, no Cairo.

A ministra egípcia disse que deverá assumir o cargo no início de 2020, e que tem como objetivo fortalecer os escritórios regionais do UNODC no Egito e em outros países com recursos financeiros e humanos para "realizar projetos de maneira eficiente, conhecendo as necessidades dos diferentes governos".

Ghada Waly disse que aspira ocupar esse novo cargo e trabalhar com Guterres "para alcançar o desenvolvimento sustentável".

Além do cargo de diretora-executiva do UNODC, a ministra egípcia assumirá o Escritório da ONU em Viena (UNOV), substituindo o russo Yuri Fedotov em ambos os cargos.

O UNOV está estreitamente vinculado ao UNODC e gere e implementa o programa da ONU para o uso do espaço para fins pacíficos.

A mesma estrutura fornece serviços, como a organização de conferências, informações, segurança e vigilância para entidades cuja sede se localiza no Centro Internacional de Viena, onde se situam os edifícios da ONU.

As autoridades egípcias divulgaram amplamente a nomeação de Ghada Waly como responsável pelo UNDOC e o Ministério dos Negócios Estrangeiros enfatizou que a sua "vasta experiência e qualificação a credenciam para assumir essa posição ao serviço dos interesses dos países membros da ONU".

Campo obrigatório