Meteorologia

  • 03 ABRIL 2020
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Portugal declara Estado de Emergência. "Uma decisão excepcional"

Numa comunicação ao país, o Presidente da República declarou hoje o Estado de Emergência que vigora, em Portugal, durante 15 dias.

Portugal declara Estado de Emergência. "Uma decisão excepcional"
Notícias ao Minuto Brasil

19:00 - 18/03/20 por Notícias ao Minuto Brasil

Mundo Covid-19

"Acabei de decretar o Estado de Emergência". A pandemia de Covid-19 levou o Presidente da República a declarar, esta quarta-feira, o Estado de Emergência em Portugal. Marcelo Rebelo de Sousa considerou "ser do interesse nacional dar este passo".

Trata-se de "uma decisão excepcional, num tempo excepcional. A pandemia da Covid-19 não é uma epidemia qualquer, daquelas que já conhecemos na nossa democracia".

Em seu pronunciamento, ele disse ainda que não há prazo para finalizar. "Vai durar mais tempo até desaparecerem os seus últimos efeitos. Está a ser e vai ser um teste nunca vivido ao nosso SNS e à sociedade portuguesa".

Marcelo está, porém, consciente de que "os portugueses estão divididos. Há quem o reclame para ontem, há quem o considera prematuro, responsável ou perigoso. Sabia e sei que em plena crise as pessoas se sentem tão ansiosas, angustiadas que aquilo que pedem um dia ou uma semana, uma vez dado é logo de mais exigências ou reclamações". 

A proposta de declaração do Estado de Emergência enviada pelo Presidente da Repúblicao ao Parlamento foi aprovada em plenário sem votos contra e com os votos favoráveis do PS, PSD, PSD, CDS-PP, BE, PAN e do deputado do Chega, André Ventura. 

Absteve-se o PCP, os Verdes, a deputada não inscrita Joacine Katar Moreira e o deputado da Iniciativa Liberal, João Cotrim de Figueiredo.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da Covid-19, infectou mais de 210 mil pessoas em todo o mundo, das quais mais de 8.750 morreram. Das pessoas infectadas, mais de 84.000 recuperaram da doença.

Em Portugal, a Direção-Geral da Saúde (DGS) elevou hoje o número de casos confirmados de infecção para 642, mais 194 do que na terça-feira. O número de mortos no país subiu para dois.

Campo obrigatório