Meteorologia

  • 15 AGOSTO 2020
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Covid-19: Surto faz 20 mortos em lar de idosos no leste da França

O país já conta pelo menos 19.856 pessoas infectadas e 860 mortes.

Covid-19: Surto faz 20 mortos em lar de idosos no leste da França
Notícias ao Minuto Brasil

17:30 - 23/03/20 por Notícias ao Minuto Brasil

Mundo Coronavírus-França

A pandemia da covid-19 fez hoje 20 mortos num lar de idosos em Vosges, no leste da França, a zona mais atingida pelo novo coronavírus no país, que já conta pelo menos 19.856 pessoas infectadas e 860 mortes.

A informação foi confirmada à AFP numa declaração conjunta da Agência Regional de Saúde do Grand Est e o departamento de Vosges, que revelaram ainda que o estabelecimento abrigava 163 idosos.

Paralelamente, as autoridades francesas anunciaram também nesta segunda-feira a morte de quatro médicos na região leste devido ao surto, elevando para pelo menos cinco o número de mortes entre profissionais de saúde. Os quatro clínicos tinham idades compreendidas entre os 60 e os 70 anos, tal como o primeiro médico a morrer devido à covid-19, cuja morte tinha sido anunciada no domingo pelo ministro francês da Saúde, Olivier Véran.

A França é um dos países europeus mais afetados pela doença provocada pelo coronavírus SARS-CoV-2, que registrou nas últimas 24 horas um recorde diário de 186 vítimas mortais. Há ainda 8.675 pessoas hospitalizadas, das quais 2.082 encontram-se nos cuidados intensivos.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da covid-19, já infectou mais de 345 mil pessoas em todo o mundo, das quais mais de 15.100 morreram. Depois de surgir na China, em dezembro, o surto espalhou-se por todo o mundo, o que levou a Organização Mundial da Saúde (OMS) a declarar uma situação de pandemia.

O continente europeu é aquele onde está a surgir atualmente o maior número de casos, com a Itália sendo o país do mundo com maior número de vítimas mortais, com 6.077 mortos em 63.927 casos. Segundo as autoridades italianas, 7.024 dos infectados já estão curados.

A China, sem contar com os territórios de Hong Kong e Macau, onde a epidemia surgiu no final de dezembro, conta com um total de 81.054 casos, tendo sido registrados 3.261 mortes.

Os países mais afetados a seguir à Itália e à China são a Espanha, com 2.182 mortos em 33.089 infecções, o Irã, com 1.812 mortes num total de 23.049 casos, a França, com 860 mortes (19.856 casos), e os Estados Unidos, com 390 mortes (31.057 casos).

Campo obrigatório