Meteorologia

  • 31 MAIO 2020
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Donald Trump anuncia que tem tomado hidroxicloroquina

O presidente Donald Trump diz estar a tomar um medicamento desaconselhado pelo próprio regulador norte-americano do medicamento.

Donald Trump anuncia que tem tomado hidroxicloroquina
Notícias ao Minuto Brasil

20:15 - 18/05/20 por Notícias ao Minuto Brasil

Mundo EUA

O presidente americano disse nesta segunda-feira que tem tomado hidroxicloroquina - medicamento usado na profilaxia da malária e ainda sem efeitos comprovados no tratamento da Covid-19 - como forma de prevenção contra a doença associada ao novo coronavírus.

Aos jornalistas em coletiva  na Casa Branca, em Washington, Donald Trump disse que começou a tomar o medicamento recentemente. "Estou tomando há cerca de duas semanas", disse.

"Ouvi bons relatos, não vai me fazer mal. (A hidroxicloroquina) já anda aqui há 40 anos, para a malária, para lupus, para outras coisas. Eu tomo, profissionais de saúde da primeira linha também tomam, muitos médicos tomam", acrescentou.

No vídeo abaixo, o líder republicano prossegue com a sua explicação, afirmando que toma o medicamento "há cerca de semana e meia". "E ainda aqui estou", completou. Quando questionado sobre as provas de que a hidroxicloroquina resulta: "Aqui está a minha prova: recebo muitas chamadas positivas sobre isso", disse.

A hidroxicloroquina, assim como a cloroquina, é usada no tratamento da malária. Os dois medicamentos foram apontados como possibilidades na prevenção e tratamento de infecções pelo novo coronavírus, mas ainda sem resultados comprovados. Aliás, a Agência Europeia do Medicamento lançou um comunicado onde sublinha que os dois só devem ser usados no âmbito da Covid-19 em caso de estudo clínico ou do uso emergencial e monitorado, para efeitos de investigação.

O próprio regulador americano do medicamento (Food and Drug Administration, FDA) se mostrou contrário ao uso da hidroxicloroquina ou da cloroquina para tratamento ou prevenção da Covid-19, porque "não deram provas de ser seguras ou efetivas para tratar ou prevenir".  A FDA diz estar "ciente de relatos de sérios problemas de ritmo cardíaco em pacientes com Covid-19" que usaram este tipo de medicamento.

Campo obrigatório