Meteorologia

  • 07 JULHO 2020
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

EUA: Soldado neonazista teria tentando ataque à sua própria unidade

Ethan Melzer estava instalado com a sua unidade em Vicenza, Itália, que iria ser destacada para a Turquia

EUA: Soldado neonazista teria tentando ataque à sua própria unidade
Notícias ao Minuto Brasil

07:03 - 23/06/20 por Notícias Ao Minuto

Mundo EUA

Um soldado norte-americano de 22 anos está sendo acusado em Nova Iorque de ajudar um grupo neonazista a preparar um ataque contra a sua própria unidade na Turquia, cujo objetivo era causar "perdas massivas". Segundo noticia a agência AFP, os preparativos do ataque aconteceram em maio, mas este não chegou a acontecer.

Natural do estado de Kentucky e soldado desde junho de 2019, Ethan Melzer estava instalado com a sua unidade em Vicenza, Itália, que iria ser destacada para a Turquia, de acordo com a acusação divulgada na segunda-feira.

Apoiante do movimento neonazista britânico 'Order of Nine Angles' (O9A), o soldado transmitiu informações precisas, através de um fórum de discussão 'online' do O9A, sobre o futuro local onde iria estar instalada a sua unidade na Turquia.

Ethan Melzer detalhou ainda os meios materiais disponíveis na sua unidade e expôs os pontos fracos no sistema de proteção.

Questionado pelas forças armadas dos Estados Unidos e pelo FBI no final de maio, o suspeito disse que o objetivo era "facilitar um ataque à unidade que teria causado grandes baixas", refere ainda a acusação.

Atualmente detido, o jovem é acusado de associação criminosa para matar soldados norte-americanos e apoio a grupo terrorista, pelo procurador federal de Manhattan, Audrey Strauss.

As acusações serão formalmente apresentadas ao suspeito por um juiz em data que ainda não foi divulgada.

O O9A é um grupo neonazista e satânico cuja influência vai para além do Reino Unido, mais concretamente nos Estados Unidos, país onde tem apoiantes.

Antissemita, o movimento defende atos de extrema violência e já declarou abertamente o seu apoio a Osama Bin Laden, fundador da rede terrorista Al-Qaida, e à ideologia 'jihadista'.

A acusação destaca ainda que durante as discussões no fórum da O9A, o soldado e o seu contato mencionaram a realização de uma operação de inspiração 'jihadista'.

Campo obrigatório