Meteorologia

  • 29 SETEMBRO 2020
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Austrália oferece R$ 1,5 bilhão para atrair produções de Hollywood

O comunicado avalia que "o sucesso da Austrália no controle da Covid-19 em comparação com outras partes do mundo significa que estamos numa posição de atrair para cá uma série de grandes produções audiovisuais a longo prazo"

Austrália oferece R$ 1,5 bilhão para atrair produções de Hollywood
Notícias ao Minuto Brasil

06:57 - 20/07/20 por Folhapress

Cultura Austrália

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O governo da Austrália anunciou que vai injetar 400 milhões de dólares australianos (mais de R$ 1,5 bilhão) no programa de inventivos para filmagens no país, que foi prolongado por quatro anos e vai durar até 2027. O anúncio foi feito na sexta-feira (17) pelo gabinete do primeiro ministro Scott Morrison, 52.

O comunicado avalia que "o sucesso da Austrália no controle da Covid-19 em comparação com outras partes do mundo significa que estamos numa posição de atrair para cá uma série de grandes produções audiovisuais a longo prazo".

As leis de incentivo do país também incluem um sistema de incentivos ficais (a compensação tributária vai passar de 16,5% para 30% para produções de grande orçamento) e, segundo o governo de lá, vem garantindo empregos diversos como "carpinteiros, técnicos de iluminação, atores locais, cenógrafos, figurantes, equipes e especialistas em efeitos especiais".

Ainda de acordo com as autoridades locais, a indústria audiovisual australiana atrai anualmente 3 bilhões de dólares australianos (cerca de R$ 11,3 bilhões) em investimentos estrangeiros e cria 8.000 vagas de emprego no país.

A expectativa é que o novo aporte ajude a recuperar a indústria dos impactos da pandemia de Covid-19. "Por trás desses projetos [audiovisuais] estão milhares de trabalhadores que constroem e iluminam os sets, que alimentam, abrigam e atendem ao enorme elenco e equipe e que dão vida às produções", disse Morrison. "Isso está dando suporte a milhares de australianos que ganham a vida trabalhando na frente das câmeras e nos bastidores da economia criativa."

"Por meio desse compromisso adicional, o governo está dizendo ao mundo que a Austrália é um destino desejável para a produção audiovisual –com ótimas locações, equipes qualificadas, talento de classe mundial, experiência em pós-produção e instalações de última geração", completou o ministro das comunicações, segurança digital e artes, Paul Fletcher.

Até o momento, o governo já garantiu financiamento de 123 milhões de dólares australianos (cerca de R$ 463 milhões) para 10 produções como "Thor: Love and Thunder" e "Shang-Chi and the Legend of the Ten Ring", a serem rodadas em Sydney, "Godzilla vs Kong", na região litorânea da Gold Coast, "Shantaram" e "The Alchemyst", em Melbourne. A estimativa é de que, com o financiamento desses projetos, sejam gerados gastos de cerca de 1 bilhão de dólares australianos (R$ 3,77 bilhões), além de 8.500 postos de trabalho e impacto em mais de 9.000 empresas do país.

Campo obrigatório