Meteorologia

  • 12 AGOSTO 2020
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Maior cassino da Europa, Estoril se reinventa em tempos de Covid

A lotação foi reduzida para menos da metade: 1.200 pessoas simultaneamente

Maior cassino da Europa, Estoril se reinventa em tempos de Covid
Notícias ao Minuto Brasil

08:00 - 31/07/20 por Folhapress com Giuliana Miranda

Mundo Portugal

ESTORIL, PORTUGAL (FOLHAPRESS) - Ponto de encontro de espiões durante a 2ª Guerra Mundial, quando Portugal se manteve neutro no conflito, as instalações imponentes do Cassino do Estoril são até hoje uma das grandes atrações da região de Cascais. Em tempos de distanciamento social por conta do novo coronavírus, o Estoril (assim como tantos outros cassinos) tenta se reinventar.

Poker, roletas, máquinas de caça-níquel: tudo continua funcionando, mas a regra agora é impedir aglomerações. Ou seja: a tradicional roda de curiosos que normalmente cerca os jogadores -especialmente quando as apostas estão altas- já não não pode acontecer." Fica um pouco menos animado, mas, neste momento, a segurança é o mais importante. Não tem aquele brilho, mas sentimos que as pessoas estão seguras", explica o administrador executivo do espaço, António Vieira Coelho.

Após quase três meses com o cassino fechado, muitos jogadores já sentiam falta do espaço. A reabertura teve fila na porta e intensa cobertura midiática.Para atrair de volta os jogadores em um momento em que a Covid-19 ainda não está totalmente sob controle em Portugal, especialmente na região de Lisboa, o Estoril tenta passar a mensagem de um alto investimento em medidas de higiene e distanciamento.

Para entrar no cassino, que é o maior da Europa em área, é obrigatório o uso de máscara. Ainda na porta, os visitantes têm a temperatura corporal medida e só é autorizado quem estiver abaixo de 37,2ºC.

A lotação foi reduzida para menos da metade: 1.200 pessoas simultaneamente. Para evitar que as pessoas fiquem perto umas das outras, o setor de máquinas (slot machines) foi reformulado e vários equipamentos estão desligados. Agora, os equipamentos em funcionamento são intercalados com outros desligados. Por todo o chão do cassino, setas indicam o sentido de circulação: uma maneira de evitar que os frequentadores se cruzem durante a passagem.Outra grande diferença na reabertura foi a ausência de shows e espetáculos musicais: uma das marcas registradas do Estoril.

Diversos artistas brasileiros, de Caetano Veloso a Ney Matogrosso, já se apresentaram por lá."Temos uma artista brasileira que veio aqui tantas vezes já é quase residente: a Fafá de Belém, que já pode ser a Fafá do Estoril", diz o administrador, António Vieira Coelho.Em 15 de agosto, está prevista a retomada dos espetáculos, com um concerto de Rodrigo Leão. Além da lotação reduzida, o show terá a opção de ser assistido ao vivo via streaming.

Campo obrigatório