Meteorologia

  • 20 OUTUBRO 2020
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Homem morre após comer alcaçuz preto todos os dias durante semanas

O caso do homem é extremo, mas médicos avisam que consumo excessivo de alcaçuz pode ser prejudicial.

Homem morre após comer alcaçuz preto todos os dias durante semanas
Notícias ao Minuto Brasil

12:39 - 28/09/20 por Notícias Ao Minuto

Mundo Alcaçuz

Um homem morreu por comer muito alcaçuz preto. De acordo com o Huffington Post, um norte-americano de 54 anos de idade comeu mais de um saco de alcaçuz todos os dias ao longo de várias semanas, o que acabou por precipitar um ataque cardíaco, segundo explicaram os médicos.

"Mesmo uma pequena quantidade de alcaçuz pode elevar ligeiramente a pressão sanguínea", disse Neel Butala, cardiologista do Massachusetts General Hospital, ao descrever o caso à publicação médica New England Journal of Medicine.

Em questão está o ácido glicirrízico, uma substância esteróide existente na raiz do alcaçuz e em outros alimentos ou suplementos alimentares que contenham extrato de raiz de alcaçuz. Esta substância pode ser perigosa, se consumida em excesso, pois pode desequilibrar a quantidade de minerais no corpo.

De acordo com o regulador do medicamento e alimentar norte-americano (Food and Drug Administration, FDA), comer mais de 50 gramas de alcaçuz preto todos os dias durante duas semanas pode causar problemas ao nível do ritmo cardíaco, especialmente em pessoas acima dos 40 anos de idade.

O incidente, diz a publicação, é um caso extremo. O homem começou comendo alcaçuz vermelho, com sabor de frutos vermelhos, tendo depois mudado para a versão preta do doce, algumas semanas antes de morrer. Acabou desmaiando enquanto almoçava. Os socorristas conseguiram reanimá-lo, mas acabou morrendo no dia seguinte. Os exames mostraram que tinha hipocalemia, níveis de potássio muito baixos, o que teria resultado em ritmo cardíaco anormal. 

O alcaçuz, sublinhe-se, é uma planta selvagem com raiz doce, cultivada em grande escala por ser muito valiosa. É muito utilizada como agente edulcorante, por ter um poder adoçante muito superior ao da sacarose (açúcar).

Campo obrigatório