Meteorologia

  • 29 OUTUBRO 2020
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Mais de 38,5 milhões de infectados no mundo desde início da pandemia

O número de casos diagnosticados só reflete, contudo, uma fração do número real de infecções.

Mais de 38,5 milhões de infectados no mundo desde início da pandemia
Notícias ao Minuto Brasil

18:00 - 15/10/20 por Notícias ao Minuto Brasil

Mundo Números mundo

Mais de 38.571.770 pessoas foram infectadas em todo o mundo com o novo coronavírus desde que este foi descoberto em dezembro na China, indica um balanço de hoje da agência France-Presse.

O número de mortos no mesmo período foi de 1.093.624 e pelo menos 26.662.700 pessoas são consideradas curadas, segundo a AFP.

Nas últimas 24 horas registraram-se 5.948 mortos e 365.249 novos casos de covid-19. Os países que registraram mais mortes no último dia foram os Estados Unidos com 794 mortos, o Brasil com 749 e a Índia com 680.

Os Estados Unidos são o país mais afetado, tanto em número de mortos como de casos, com um total de 216.904 mortos entre 7.917.189 casos, segundo o balanço da universidade Johns Hopkins. Pelo menos 3.155.794 pessoas foram declaradas curadas.

Depois dos Estados Unidos, os países com mais mortes são o Brasil com 151.747 mortos em 5.140.863 casos, a Índia com 111.266 mortos (7.307.097 casos), o México com 84.898 mortes (829.396 infectados) e o Reino Unido com 43.155 mortes (654.644 casos).

Entre os países mais afetados, o Peru é o que conta com mais mortos em relação à sua população, 102 por cada 100.000 habitantes, seguido da Bélgica (89), Bolívia (72) e Espanha (71).

A China (sem os territórios de Hong Kong e Macau) declarou um total de 85.622 casos (11 nas últimas 24 horas), incluindo 4.634 mortos (0 no último dia), e 80.748 curas.

A América Latina e Caribe totalizavam hoje 373.930 mortos em 10.258.546 casos, a Europa 245.984 mortes (6.882.373 infectados), os Estados Unidos e o Canadá 226.566 mortos (8.106.148 casos), a Ásia 155.781 mortos (9.436.577 infectados), o Oriente Médio 51.566 mortes (2.249.650 casos), África 38.832 mortos (1.605.588 casos) e a Oceânia 1.001 mortos (32.890 infectados).

O número de casos diagnosticados só reflete, contudo, uma fração do número real de infecções. Alguns países só testam os casos graves, outros utilizam os testes sobretudo para rastreamento e muitos países pobres dispõem de limitadas capacidades de despistagem.

O balanço foi realizado a partir de dados recolhidos pelas delegações da AFP junto das autoridades nacionais competentes e de informações da Organização Mundial de Saúde.

Campo obrigatório