Meteorologia

  • 24 JANEIRO 2021
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Republicanos reclamam de reforços à segurança no Congresso após invasão

Alguns congressistas demostraram contrariedade com as novas etapas dos postos de controle para acessar o prédio -as regras mais rígidas foram impostas pela presidente da Câmara, a democrata Nancy Pelosi

Republicanos reclamam de reforços à segurança no Congresso após invasão
Notícias ao Minuto Brasil

09:34 - 13/01/21 por Folhapress

Mundo EUA-CONGRESSO

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Membros do Partido Republicano reclamaram do aumento das medidas de segurança para entrar no Congresso americano, nesta terça-feira (12), após a invasão que deixou cinco mortos na semana passada.

Alguns congressistas demostraram contrariedade com as novas etapas dos postos de controle para acessar o prédio -as regras mais rígidas foram impostas pela presidente da Câmara, a democrata Nancy Pelosi.

A deputada do Colorado Lauren Boebert, recém-eleita e que prometeu em um vídeo entrar com uma arma no Capitólio, foi vista tentando evitar a verificação do detector de metais, assim como seu colega de partido Van Taylor, do Texas.

"O deputado Van Taylor está na minha frente enquanto tento entrar para votar, recusando-me a passar por um detector de metais e discutindo com os policiais do Capitólio", escreveu o democrata Don Beyer, da Virgínia, em sua rede sociais.

"Essas pessoas não entendem que literalmente todo mundo tem que passar por detectores de metal para entrar aqui?", questionou.

Leia Também: Relatório do FBI alertou sobre ameaça no Capitólio um dia antes da invasão, diz jornal

A republicana Debbie Lesko, do Arizona, fez um post no Twitter criticando as novas medidas. "Para que membros do Congresso possam entrar no plenário, agora temos que passar por medidas de segurança intensas, além da segurança que já passamos. Essas novas cláusulas incluem buscas e ataques como [se fossemos] criminosos. Agora vivemos na América comunista de Pelosi!" escreveu.

Campo obrigatório