Meteorologia

  • 06 DEZEMBRO 2021
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Sally Rooney tem obra retirada de livrarias de Israel após boicote ao país

Rooney apoia o movimento Boicote, Desinvestimento, Sanções, o BDS, que trabalha para acabar com o apoio internacional para a opressão dos palestinos de Israel

Sally Rooney tem obra retirada de livrarias de Israel após boicote ao país
Notícias ao Minuto Brasil

13:00 - 05/11/21 por Folhapress

Cultura SALLY-ROONEY

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A escritora irlandesa Sally Rooney não terá mais seus livros vendidos por duas das maiores cadeias de livrarias israelenses, divulgou o jornal The Times of Israel nesta quinta (4).

As redes Steimatzky e Tzomet Sefarim, que juntam somam mais de 200 lojas no país, declararam que não venderão qualquer obra da autora –sejam elas físicas ou virtuais– depois que ela recusou a publicação de seu novo livro, "Belo Mundo, Onde Você Está" no país no mês passado.

Rooney, que ficou conhecida internacionalmente pelo romance "Pessoas Normais" –saudado como uma das representações mais precisas da geração millenniall na literatura–, havia afirmado que sua decisão era motivada por seu apoio ao povo palestino e oposição ao governo israelense.

"Não acho que seria correto de minha parte aceitar, no momento, um novo contrato com uma empresa israelense que não se distancia publicamente do apartheid e não apoia os direitos do povo palestino determinados pela ONU", disse a escritora em entrevista ao jornal The New York Times na ocasião.

Ela também citou um relatório da ONG Human Rights Watch segundo o qual o governo israelense promove uma política de segregação contra os palestinos.

Rooney apoia o movimento Boicote, Desinvestimento, Sanções, o BDS, que trabalha para acabar com o apoio internacional para a opressão dos palestinos de Israel e pressionar o país a respeitar as leis do direito internacional.

Campo obrigatório