Meteorologia

  • 27 MAIO 2022
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Kiev. Imagens tocantes mostram homem recolhendo pertences entre escombros

O ataque desta segunda-feira provocou, pelo menos, seis mortos, segundo os dados revelados pela AFP.

Notícias ao Minuto Brasil

06:20 - 22/03/22 por Notícias ao Minuto Brasil

Mundo Ucrânia/Rússia

Após os bombardeios russos de ontem, dia 21 de março, na capital ucraniana, que atingiram não só um centro comercial no distrito de Podilskyi, mas também zonas residenciais, foi partilhado um vídeo onde se pode ver um homem  recolhendo os seus pertences, naquele que é um bloco de apartamentos completamente destruído

Recorde-se que o ataque de ontem provocou, pelo menos, seis mortos, segundo os dados revelados pela AFP.

Imagens divulgadas pelo Serviço de Emergência da Ucrânia (SES) na sua página do Facebook mostram o “bombardeio inimigo”, que atingiu um centro comercial de 10 andares, o seu parque de estacionamento, e várias residências na zona.

Por sua vez, o Ministério da Defesa russo defendeu na segunda-feira que o centro comercial atacado na noite de domingo em Kiev servia como depósito de lançadores de foguetes e estava desativado.

Numa das suas intervenções diárias, o porta-voz do Ministério, Igor Konashenkov assegurou que, nos arredores da capital ucraniana unidades nacionalistas daquele país "usam prédios residenciais como escudos para disparar contra as tropas russas a partir de múltiplos sistemas de lançamento de foguetes".

"Ao mesmo tempo, um centro comercial localizado no subúrbio foi usado como uma grande base para armazenar munições para lançadores de mísseis", atentou.

A Rússia lançou a 24 de fevereiro uma ofensiva militar na Ucrânia que causou pelo menos 925 mortos e 1.496 feridos entre a população civil, incluindo mais de 170 crianças, e provocou a fuga de mais 10 milhões de pessoas, entre as quais 3,48 milhões para os países vizinhos, segundo indicam os dados mais recentes da Organização das Nações Unidas (ONU).

Cerca de 13 milhões de pessoas necessitam de assistência humanitária na Ucrânia, diz a ONU.

A invasão russa foi condenada pela generalidade da comunidade internacional, que respondeu com o envio de armamento para a Ucrânia e o reforço de sanções econômicas e políticas a Moscou.

Campo obrigatório