Meteorologia

  • 26 JUNHO 2022
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Alemanha: Falsa médica condenada a prisão perpétua por morte de pacientes

Mulher foi dada como culpada em três acusações de assassinato e 10 de tentativa de homicídio

Alemanha: Falsa médica condenada a prisão perpétua por morte de pacientes
Notícias ao Minuto Brasil

21:24 - 25/05/22 por Notícias ao Minuto Brasil

Mundo Justiça

O tribunal regional de Kassel, na Alemanha, condenou, esta quarta-feira (25), uma mulher que se fez passar por médica a prisão perpétua por causar a morte de várias pessoas.

Segundo os juízes as evidências mostraram que a mulher, de 51 anos, cujo nome não foi revelado devido às regras de privacidade alemãs, usou uma licença falsa para obter emprego como anestesista, avança a ABC News.

Os juízes determinaram que três pacientes morreram como resultado de erros de tratamento, enquanto outros sofreram danos graves. Como tal, a mulher foi dada como culpada em três acusações de assassinato e 10 de tentativa de homicídio.

Os juízes citaram ainda a gravidade especial dos crimes, o que dificultará que a acusada fique em liberdade após 15 anos - tempo que as pessoas condenadas à prisão perpétua na Alemanha devem cumprir para serem consideradas para uma possível libertação.

A mulher foi acusada de administrar doses incorretas de anestésicos e ter tratado de forma errada um envenenamento sanguíneo num hospital em Fritzlar, uma cidade alemã perto de Kassel. Também teria sido responsável por horas de privação de oxigênio, bem como danos no sistema cardiovascular e falência de órgãos em pacientes.

Depois de trabalhar no hospital de Fritzlar de 2015 a 2018, a mulher mudou-se para uma clínica no norte da Alemanha, onde os funcionários de uma associação médica regional deram conta de discrepâncias nos seus registos e ela acabou por entregar-se.

Campo obrigatório