Meteorologia

  • 04 JULHO 2022
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Irmãs mortas no Paquistão caíram em armadilha montada pela família

Tinham fugido a casamentos forçados, no Paquistão, e a família convenceu-as a voltar porque a mãe estaria doente. Acabaram assassinadas. Crime comoveu a comunidade internacional. Irmãs mortas no Paquistão tinham regressado ao paós para de despedir da mãe

Irmãs mortas no Paquistão caíram em armadilha montada pela família
Notícias ao Minuto Brasil

10:50 - 26/05/22 por Notícias ao Minuto Brasil

Mundo Crime de honra

Duas irmãs de origem paquistanesa foram mortas pelos próprios familiares, feminicídios que são descritos como um crime de honra.

O crime aconteceu na aldeia de Punjab. As irmãs viviam em Terrassa, na Espanha, local para onde se mudaram para fugir a um casamento imposto pela sua família.

A família nunca aceitou que Uruj e Anisa, de 21 e 24 anos, tivessem abandonado os maridos, fugido do país e casado com outros homens, levando uma vida longe dos seus costumes. 

Os irmãos das duas as teria convencido a regressar a casa para se despedir da mãe, que estaria à beira da morte. Contudo, isso seria um plano para matá-las.

Sete pessoas estão envolvidas no crime, sendo que 24 horas depois a polícia anunciou que já havia detido seis delas. Os detidos são todos homens e seriam os maridos, sogros e tios das jovens.

A mãe teria sido encarcerada num quarto enquanto estes procediam ao crime, tendo esta ouvido os gritos das filhas. Contudo, não apresentou queixa após o mesmo, reporta a imprensa espanhola.

O crime chocou não só o país bem como a comunidade espanhola onde as duas mulheres viviam.

Entretanto, mais pormenores sobre o dia do crime vão sendo reveladas. Imagens partilhadas no TikTok mostram os dois irmãos jogando voleibol, uma das suas atividades favoritas, na manhã do dia do crime. Partilharam, ainda, vídeos no aeroporto, onde estariam à espera das irmãs.

Campo obrigatório