Meteorologia

  • 07 AGOSTO 2022
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

"Mesmo que não encontrem o amor da minha vida vivo, encontrem-no"

Mulher de jornalista desaparecido na Amazônia pede "para intensificarem as buscas porque ainda tem um bocadinho de esperança".

Notícias ao Minuto Brasil

07:29 - 08/06/22 por Notícias ao Minuto Brasil

Mundo Desaparecimento

A mulher do jornalista britânico Dom Phillips, colaborador do jornal britânico The Guardian que desapareceu no Vale do Javari, na Amazônia, fez um apelo emocionado nas redes sociais pedindo para não desistirem das buscas.

No vídeo, a mulher, identificada como Alessandra, pediu muito emocionada "para intensificarem as buscas porque ainda tem um bocadinho de esperança" de que sejam encontrados.

"Mesmo que não encontrem o amor da minha vida vivo, eles têm de ser encontrados, por favor", suplicou Alessandra. "Intensifiquem estas buscas", pediu.

Recorde-se que Dom Phillipe viajava com o indígena brasileiro Bruno Araújo Pereira no Vale do Javari, que é uma extensa região de rios e selva no coração da Amazônia, na fronteira com o Peru. Abriga o maior número de indígenas isolados do mundo.

A área está ameaçada pela pesca e mineração ilegal e nos últimos anos tornou-se uma rota do tráfico de drogas.

Phillips e Araújo eram profundos conhecedores daquela área e perderam-se quando viajavam da comunidade de São Rafael para a cidade de Atalaia do Norte, no Amazonas, onde deveriam ter chegado na manhã de domingo.

O jornalista e o indigenista viajavam num barco novo, com 70 litros de gasolina, o suficiente para fazer o trajeto planejado, e foram vistos pela última vez perto da comunidade de São Gabriel, a poucos quilômetros de São Rafael.

Araújo, que trabalha na região há vários anos, foi alvo de várias ameaças de mineradores ilegais, madeireiros e até traficantes de drogas que atuam na região, o que levantou receios de um assassinato. Phillips, é um jornalista veterano que vive no Brasil há 15 anos e que colaborou com diversos meios de comunicação internacionais, como Financial Times, New York Times e Washington Post, entre outros, e atualmente trabalha numa investigação para um livro sobre o vale do Javari.

No que diz respeito às investigações em curso, o presidente Bolsonaro assegurou que, já no domingo, quando surgiu a informação sobre o desaparecimento, as autoridades policiais e militares da região iniciaram as buscas e referiu que foram recolhidos depoimentos de pessoas que tiveram contato com Phillips e Araújo nos últimos dias.

No entanto, insinuou que os dois desaparecidos poderiam ter sido imprudentes ao entrar naquela região. "Realmente, duas pessoas num barco, numa região tão selvagem, não é recomendado", disse Bolsonaro, que acrescentou que naquela zona "tudo pode acontecer".

"Pode ter sido um acidente, pode ser que eles tenham sido executados", afirmou, referindo ainda: "Esperamos e rogamos a Deus que sejam encontrados em breve".

Veja na galeria o vídeo de apelo da mulher.

Campo obrigatório