Meteorologia

  • 24 JUNHO 2019
Tempo
15º
MIN 15º MÁX 15º

Edição

Argentina metralha afunda pesqueiro chinês que avançou em suas águas

Confronto marca o primeiro conflito internacional do Governo Macri com um aliado-chave

Notícias ao Minuto Brasil

09:20 - 19/05/16 por Notícias Ao Minuto

Mundo conflito

A guarda costeira Argentina abriu fogo até provocar o naufrágio de um barco de pesca chinês que havia chegado muito perto da costa do país em busca de lulas.

Há alguns dias a guarda marinha já havia disparado em advertência contra outro pesqueiro chinês que se aproximou demais da costa, na Patagônia. Os agentes navais metralharam o barco até causar danos suficientes para afundar a embarcação. Todos os tripulantes foram resgatados por outro pesqueiro chinês e o capitão foi preso.

Um porta-voz da guarda relatou que o barco chinês havia adentrado as 200 milhas argentinas, e quando foi dada a ordem para desligar os motores o barco começou uma fuga, o que deu início a uma perseguição.O navio argentino conseguiu se aproximar do barco chinês e o capitão deste último iniciou uma marcha à ré com o objetivo de provocar uma colisão que "teria provocado uma tragédia".

Em comunicado oficial, a argentina alega que primeiramente efetuou um tiro de intimidação, mas o pesqueiro chinês ignorou.Então se iniciou uma nova fuga, quando o navio argentino atirou na parte da frente, provocando a entrada de água no pesqueiro, que começou a afundar.

A China é uma parceira estratégica da Argentina e o maior comprador de seus produtos agrícolas.

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório