Meteorologia

  • 09 JULHO 2020
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

EUA multam empresas por violar bloqueio à Cuba

Os dois países deram início em dezembro 2014 a uma reaproximação histórica que permitiu a retomada das relações diplomáticas, incluindo a reabertura de embaixadas

EUA multam empresas por violar
bloqueio à Cuba
Notícias ao Minuto Brasil

16:53 - 30/09/16 por Notícias Ao Minuto

Mundo Negociação

O governo dos EUA emitiu 49 multas no valor total de mais de 14 milhões de dólares a empresas locais e estrangeiras por não obedecer o bloqueio deste país a Cuba desde o início do governo de Barack Obama, relata Cubadebate.

De acordo com os registros do Escritório de Controle de Ativos Estrangeiros (OFAC – na sigla em inglês) "o valor acumulado das sanções é de US$ 14.397.416.827", sendo um recorde na história do bloqueio, diz a publicação. EUA e Cuba deram início em dezembro 2014 a uma reaproximação histórica que, após negociações secretas, permitiu a retomada das relações diplomáticas, incluindo a reabertura de embaixadas. Desde então, os EUA multaram oito empresas por violar o bloqueio comercial, sendo cinco locais e três estrangeiras. O valor total das multas nestes dois anos foi de cerca de 3 milhões de dólares.

Apesar da reaproximação, no último ano, o bloqueio dos EUA à Cuba causou perdas para a ilha caribenha de 4.680 milhões de dólares, informou no início de setembro o chanceler cubano Bruno Rodríguez.

Pelo 25º ano consecutivo o embargo comercial imposto pelos EUA à Cuba em 1960 é formalmente condenado pela ONU. Em 2015, apenas os EUA e Israel se mostraram contrários ao levantamento do bloqueio. É importante notar que nem todo comércio entre EUA e Cuba está proibido pela medida. Desde 2000 foi autorizada a exportação de alimentos dos EUA para Cuba, condicionada ao pagamento exclusivamente à vista. Ajuda humanitária de emergência também está dentre as exceções à regra. (Sputnik Brasil)

Leia também: Imprensa norte-americana intensifica guerra contra Donald Trump

Campo obrigatório