Esposa de Assad diz ter negado propostas para deixar Síria

Asma, que é britânica, afirmou que sabe do perigo que está correndo, mas não deixará o país

© REUTERS/SANA/Handout via Reuters
Mundo conflito 14:39 - 18/10/16 POR Notícias Ao Minuto

A primeira-dama da Síria, Asma Al-Assad, falou sobre a permanência dela e de seu marido, Bashar Al-Assad, presidente do país, ao canal russo Russia 24. Segundo ela, já fizeram diversas propostas para que ela e os filhos abandonassem a Síria, mas recusou todas alegando que faziam parte de conspirações para derrubar Assad do poder.

PUB

Asma, que é britânica, afirmou que sabe do perigo que está correndo, mas não deixará o país mesmo assim.

"As ofertas para abandonar a Síria incluem garantias de segurança, proteção para as crianças e estabilidade financeira, mas nunca pensei em viver em outro lugar ".

O conflito já matou mais de 300 mil pessoas no país e ganhou holofotes da comunidade internacional por conta da participação de Estados Unidos e Rússia e por conta da crise de refugiados que gerou o maior fluxo de pessoas, desta vez para a Europa, desde a Segunda Guerra.

COMENTÁRIOS REGRAS DE CONDUTA DOS COMENTÁRIOS

X