Justiça suíça libera envio de documentos ao Brasil

Documentos indicariam que empresas do Grupo Odebrecht utilizaram contas bancárias no exterior para pagar propina a ex-diretores da Petrobras

© Reuters
Mundo Lava Jato 13:58 - 19/10/16 POR Notícias Ao Minuto

O Tribunal Federal da Suíça liberou o envio ao Brasil de documentos bancários relativos à investigação sobre a Odebrecht e a Petrobras, informou nesta quarta-feira (19) o Ministério Público (MP) daquele país. 

PUB

De acordo com o G1, esses documentos indicariam que empresas do Grupo Odebrecht utilizaram contas bancárias na Suíça para pagar propina a ex-diretores da Petrobras, de acordo com a força-tarefa da Operação Lava Jato.

O processo de envio foi barrado após alguns envolvidos recorreram ao Tribunal Federal da Suíça. 

Ainda segundo o G1, diante do impasse, a tramitação do processo chegou a ser suspensa por alguns dias. Isso ocorreu após uma manifestação da defesa do ex-executivo da Odebrecht Márcio Faria. Contudo, o juiz federal Sérgio Moro decidiu que as informações seriam usadas no processo. Na ocasião, Moro afirmou que apesar de avaliar o envio das informações como irregular, a Justiça suíça não solicitou a devolução dos documentos e também não considerou que a Justiça brasileira deveria ser responsabilizada.

Leia também: Petrobrás fecha venda de refinaria no Japão

COMENTÁRIOS REGRAS DE CONDUTA DOS COMENTÁRIOS

X