Presidente da Coreia do Sul entrega sua saída nas mãos do parlamento

"Deixarei ao parlamento tudo a respeito do meu futuro", declarou em discurso nesta terça-feira (29)

© REUTERS / Jeon Heon-Kyun/Pool
Mundo Coreia do Sul 20:07 - 29/11/16 POR Notícias Ao Minuto

Nesta terça-feira (29), a presidente da Coreia do Sul, Park Geun-hye, pediu que o parlamento decidisse quando e de que forma ela poderá entregar o cargo. Por sua vez, o Partido Democrático, de oposição, rejeitou sua oferta e a classificou como uma manobra para fugir ao impeachment. Park Geun-hye está envolvida em um escândalo de tráfico de influência.

PUB

"Deixarei ao parlamento tudo a respeito do meu futuro, incluindo a abreviação de meu mandato", disse a presidente durante discurso na televisão.

No entanto, a oposição declarou que até sexta-feira vai concentrar esforços para apresentar uma moção de impedimento no parlamento. Lembrando que no sábado (26) cerca de 1,3 milhão de manifestantes se reuniram no centro de Seul para exigir sua renúncia.

Segundo o G1, desde que o sistema democrático foi implantado no país, em 1987, nenhum presidente deixou de completar os cinco anos de mandato. 

Leia também: Casa Branca diz estar ao lado do Brasil em trágico acidente

COMENTÁRIOS REGRAS DE CONDUTA DOS COMENTÁRIOS

X