Leis da Bolívia exigem que avião tenha combustível extra para voo

Legislação da Bolívia determina que aeronave tenha combustível necessário para chegar ao aeroporto de destino e para mais 45 minutos de voo adicionais

© Fredy Builes/Reuters
Mundo Acidente 18:20 - 30/11/16 POR Notícias Ao Minuto

As leis da Regulamentação Aeronáutica Boliviana (RAB) determinam que aeronaves que decolem do país tenham combustível suficiente para chegar ao destino, a um aeroporto alternativo e para 45 minutos de voo a mais.

PUB

"Nenhum voo será iniciado a menos que, levando-se em conta as condições meteorológicas e todo atraso que se preveja em voo, o avião leve combustível suficiente para completar o voo sem perigo", informa o decreto. 

Segundo o G1, as leis aeronáuticas obrigam que um avião deva seguir as regras do aeroporto em que decola.

A tragédia, envolvendo a queda do avião que transportava a equipe da Chapecoense nesta terça-feira (29), deixou 71 mortos e seis sobreviventes. A tripulação relatou ao controle de tráfego aéreo que estava a aeronave estava sem combustível e que sofreu uma pane elétrica ao se aproximar de Medellín, na Colômbia. O piloto teria pedido prioridade para aterrissar mas, em seguida, o contato com controle de tráfego aéreo foi perdido.

Leia também: Erro no cálculo de combustível pode ter causado queda de avião

COMENTÁRIOS REGRAS DE CONDUTA DOS COMENTÁRIOS

X