Países do Mercosul oficializam suspensão da Venezuela do bloco

Até quarta-feira (30), havia 238 normas pendentes dentre as 1.224 que o país deveria ter adotado

© DR
Mundo Nicolás Maduro 21:45 - 01/12/16 POR Notícias Ao Minuto

Nesta quinta-feira (1º), Brasil, Argentina, Paraguai e Uruguai optaram pela suspensão da Venezuela do Mercosul, depois do país não cumprir as obrigações assumidas quando se incorporou ao bloco, em 2012. Nicolás Maduro deve receber o documento nesta sexta-feira (2). Assim que for entregue, a determinação passará a valer.

PUB

De acordo com a Folha de S. Paulo, a notificação de suspensão foi assinada hoje pelos chanceleres dos quatro países. O texto determina que seja "cessado o exercício dos direitos [da Venezuela] inerentes à condição de Estado Parte do Mercosul".

O trecho é o mesmo adotado na declaração conjunta assinada pelos ministros em setembro, quando se determinou o prazo encerrado nesta quinta. A decisão vale até que os quatro países cheguem a um entendimento com o país venezuelano sobre como restabelecer o exercício de seus direitos no bloco.

Um relatório da Secretaria do Mercosul finalizado nesta quinta, confirmando que Caracas não incorporou acordos e normas que deveriam ter sido adotadas, primeiramente, até 12 de agosto, auxiliou com que documento fosse assinado.

Até ontem (30), havia 238 normas pendentes dentre as 1.224 que o país deveria ter adotado. Dos 57 acordos do bloco previstos em seu Protocolo de Adesão, apenas 16 haviam sido incorporado por Caracas.

COMENTÁRIOS REGRAS DE CONDUTA DOS COMENTÁRIOS

X