VivaColombia nega que seu avião estava em situação de emergência

A empresa declarou que o capitão do voo FC8170, que aterrissou no Aeroporto Internacional José María Córdova, em Rionegro, "não declarou estado de emergência"

© DR
Mundo Pronunciamento 08:17 - 02/12/16 POR Notícias Ao Minuto

A companhia aérea VivaColombia negou que avião que pousou minutos antes da Chapecoense estivesse em emergência. No entanto, duas passageiras afirmaram que o comandante usou a palavra "emergência" quando se dirigiu aos passageiros e anunciou que seria necessário um pouso não programado em Medellín.

PUB

Segundo o UOL, a empresa declarou que o capitão do voo FC8170, que aterrissou no Aeroporto Internacional José María Córdova, em Rionegro, "não declarou estado de emergência", o avião "não apresentou vazamento, escape ou derramamento de combustível" e "alternou ao aeroporto de Rionegro como medida preventiva, seguindo os protocolos de segurança".

Ainda de acordo com a companhia, a aeronave "voava com o combustível necessário" e, durante o voo, o capitão "evidenciou uma notificação na cabine que consistiu em uma indicação no nível de combustível em um de seus tanques". Às 21h51 (hora local) o avião aterrissou "satisfatoriamente" no aeroporto de Rionegro "seguindo as indicações da torre de controle dentro de uma operação normal".

COMENTÁRIOS REGRAS DE CONDUTA DOS COMENTÁRIOS

X