Meteorologia

  • 05 JULHO 2020
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Erdogan pede que Alemanha não interferira em assuntos da Turquia

O governo alemão criticou a Turquia recentemente pela detenção de ativistas dos direitos humanos, incluindo um cidadão alemão, acusados de estarem ligados a organizações terroristas

Erdogan pede que Alemanha não interferira 
em assuntos da Turquia
Notícias ao Minuto Brasil

17:15 - 23/07/17 por Notícias Ao Minuto

Mundo Recado

O presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, disse hoje que a Alemanha não tem o direito de interferir em questões internas do seu país, se referindo às críticas alemãs às inúmeras ações que vêm sendo adotadas por Ancara desde o golpe militar fracassado do ano passado.

"A Turquia é um Estado social-democrata baseado na lei e ninguém tem o direito de interferir em seus assuntos internos", disse o líder turco antes de partir para o Golfo Pérsico, onde tentará acalmar as tensões existentes em torno da crise do Qatar.

O governo alemão criticou a Turquia recentemente pela detenção de ativistas dos direitos humanos, incluindo um cidadão alemão, acusados de estarem ligados a organizações terroristas. Após demonstrar sua insatisfação ao embaixador turco em Berlim, a Alemanha chegou a avisar a seus cidadãos que sua segurança não pode ser garantida na Turquia, assim como o acesso consular.

Esse foi o último de uma série de episódios de desentendimentos entre os dois países ao longo dos últimos meses, incluindo recriminações ao referendo que aumentou os poderes de Erdogan e a retirada de militares alemães da base de Incirlik.

Segundo o presidente turco, Alemanha e Turquia são parceiras estratégicas há muito tempo, inclusive na OTAN e, talvez, no futuro, também na União Europeia. 

"Nenhum passo deve ser dado para ofuscar essa parceria", afirmou. (SputnikBrasil)

Campo obrigatório