Meteorologia

  • 27 MAIO 2020
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Unesco: 62 milhões de meninas não têm acesso à educação no mundo

Igualdade de gênero é um dos elementos centrais da organização na "Agenda 2030 para o desenvolvimento sustentável"

Unesco: 62 milhões de meninas não têm
 acesso à educação no mundo
Notícias ao Minuto Brasil

06:14 - 25/07/17 por Notícias Ao Minuto

Mundo Desigualdade

Dois terços dos analfabetos no mundo são mulheres, ao mesmo tempo que 62 milhões de meninas não têm acesso à educação, segundo anunciado nesta segunda-feira (24) por Irina Bokova, diretora da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco), em uma conferência na Academia Diplomática do Chile, em Santiago.

Bokova salientou essa é "uma das principais causas de exclusão social em muitas comunidades". "A 62 milhões de meninas é negado o direito à educação", disse.

+ Bombardeios deixam pelo menos 8 mortos na região de Damasco

Segundo a especialista, 60% dos países alcançaram a paridade entre meninos e meninas na educação primária, e só 38% na secundária.

As mulheres representam dois terços dos 758 milhões de adultos analfabetos do mundo, o que "prejudica todas as sociedades, freia o desenvolvimento e mina os esforços de paz", explicou Bokova.

A conferência é parte da "Agenda 2030 para o desenvolvimento sustentável" adotada pela ONU em 2015 e que contempla 17 objetivos, com 169 metas nas esferas econômica, social e ambiental. A igualdade de gênero é um elemento central da Agenda 2030.

Campo obrigatório