Meteorologia

  • 05 JUNHO 2020
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Imagens mostram confronto entre policiais e manifestantes na Catalunha

O plebiscito para decidir a independência da Catalunha foi votado neste domingo (1), e aprovado por mais de 90% dos catalães

Notícias ao Minuto Brasil

04:56 - 02/10/17 por Notícias Ao Minuto

Mundo Independência

O governo da Catalunha divulgou que 90,09% dos cidadãos votaram pela independência do resto da Espanha. 7,87% dos eleitores votaram contra e o restante votou em branco ou nulo. Mais de 2,2 milhões de pessoas às urnas neste domingo (1º).

O presidente da região, Carles Puigdemont, afirmou que a Catalunha "ganhou o direito de ser um Estado independente". E declarou que o Parlamento tem 48 horas para declarar independência de maneira unilateral.

Porém, o primeiro-ministro espanhol, Mariano Rajoy, afirmou que "o plebiscito [sobre a independência da Catalunha] não existiu". De acordo com ele, a consulta popular "foi impedida com o fundamento da lei, com o respaldo dos democratas, com a atuação dos tribunais".

As votações ficaram marcadas pela violência que a polícia, sob ordens do comando central da Espanha, exerceu sobre os catalães. O porta-voz do governo catalão, Jordi Turull, chamou de "selvageria" a ação das autoridades da polícia espanhola durante o dia da votação no referendo de autodeterminação convocado unilateralmente pelas autoridades catalãs."O que a polícia está fazendo é uma uma selvageria real, para remover material eleitoral. Não precisa fazer isso", disse o porta-voz do governo, que lembrou que até agora o número de cidadãos feridos em ataques policiais é de até 465 pessoas. 

Campo obrigatório