Meteorologia

  • 24 JANEIRO 2022
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Ex-bailarina faz pacto suicida com carteiro, mas desiste de morrer

Natasha Gordon foi condenada por incentivar o suicídio.

Ex-bailarina faz pacto suicida com carteiro, mas desiste de morrer
Notícias ao Minuto Brasil

13:29 - 02/12/17 por Notícias Ao Minuto

Mundo Inglaterra

Em 2015, uma ex-bailarina de 'pole dance' fez um pacto de suicídio com um carteiro, mas acabou por deixá-lo morrer sozinho.

Natasha Gordon e Matthew Birkinshaw planejaram se matar no dia após a participação em um fórum de suicídio online.

+ Padre é suspeito de cometer pedofilia como 'ação purificadora'

Mas, depois de encorajar Matthew de 31 anos a terminar com a sua vida, Natasha, de 44, mudou de ideia no último minuto, deixando o homem morrer, completamente abandonado, no seu carro.

Depois desta situação, Natasha continuou a fazer pactos de suicídio com outros homens, informou o Leicester Crown Court, citado pelo britânico Metro.

A notícia é agora divulgada na imprensa internacional porque Natasha Gordon, de Paston Ridings, em Peterborough, Inglaterra, enfrenta pena de prisão após ter sido declarada culpada dos crimes pelos quais havia sido acusada.

O promotor Timothy Cray revelou que o casal se encontrou quando o Matthew Birkenshaw fez uma publicação online na qual dizia que procurava um parceiro suicida. Quando entrou em fóruns sobre o tema ele encontrou a ‘parceira’, com quem começou a fazer planos para dar fim à vida.

No dia seguinte, Matthew encontrou Natasha pessoalmente. Teria sido nessa altura que o suicida enviou uma mensagem de texto à sua namorada pela última vez. “Amo-te tanto”, escreveu.

Em tribunal, o coletivo de juízes anunciou a sentença condenatória, considerando que “é crime encorajar outra pessoa a cometer suicídio”.

Campo obrigatório