Meteorologia

  • 12 DEZEMBRO 2017
Tempo
10º
MIN 10º MÁX 10º

Edição

Ex-secretário de Cristina Kirchner é preso em Santa Cruz, Argentina

Carlos Zannini é acusado de encobrir ataque que fez 85 mortos e centenas de feridos na Argentina em 1994

Ex-secretário de Cristina Kirchner é preso em Santa Cruz, Argentina
Notícias ao Minuto Brasil

09:32 - 07/12/17 por Notícias Ao Minuto

Mundo AMIA

O ex-secretário jurídico e técnico da ex-presidente argentina Cristina Kirchner, Carlos Zannini, foi preso em casa na madrugada desta quinta-feira (7) pela Polícia Federal do país, segundo o site local 'Crónica'. Ele é acusado de encobrir o ataque ao prédio da Associação Mutual Israelita Argentina (AMIA), em Buenos Aires, em 18 de julho de 1994, no qual 85 pessoas morreram e centenas ficaram feridas.

Zannini é um dos acusados pelo juiz federal Claudio Bonadio no caso que começou após denúncia feita pelo promotor Alberto Nisman dias antes de ser encontrado morto em seu apartamento no complexo Le Parc, também em Buenos Aires.

+ Trump lança Oriente Médio em 'círculo de fogo', diz Erdogan

Em seu depoimento, o também ex-candidato a vice-presidente da Argentina negou ter participado de qualquer negociação, tão pouco ocultação do caso, da qual ele foi acusado.

Zannini afirmou nunca ter conhecido os oficiais iranianos para os quais foram emitidos mandados de prisão. Ele também disse ter apoiado os parentes das vítimas do ataque e até aprovado uma indenização aos familiares dos mortos.

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório