Meteorologia

  • 25 SETEMBRO 2018
Tempo
15º
MIN 15º MÁX 15º

Edição

Naufrágio mata ao menos 4 venezuelanos em Curaçao

Mais de 20 pessoas seguem desaparecidas após a tragédia

Naufrágio mata ao menos 4 venezuelanos em Curaçao
Notícias ao Minuto Brasil

22:30 - 11/01/18 por Ansa

Mundo tragédia

Quatro venezuelanos morreram nesta quarta-feira (11), enquanto tentavam chegar de barco à ilha de Curaçao, no Mar do Caribe.

A embarcação, que partira do estado de Falcón, no norte da Venezuela, naufragou perto da costa do território holandês. Outras 28 pessoas estão desaparecidas.

+ Príncipe gay abre portas de palácio para LGBTs perseguidos na Índia

As vítimas, duas mulheres e dois homens, tinham entre 18 e 33 anos e viviam na cidade de Colina, a menos de 100 quilômetros por via marítima de Curaçao. Não se sabe se os venezuelanos sumidos se afogaram ou conseguiram chegar à praia e se esconderam na ilha para escapar de uma possível deportação.

As autoridades de Curaçao estão vistoriando as zonas habitadas por imigrantes da Venezuela para buscar eventuais sobreviventes. Por conta da crise no país, cada vez mais venezuelanos têm tentado a sorte em travessias marítimas para buscar refúgio nas ilhas do Caribe.

Além disso, os fluxos migratórios também têm como destino os países da América do Sul, como o Brasil, que registrou em 2017 o maior número de pedidos de refúgio de sua história, principalmente por causa das turbulências na nação vizinha.

No início da semana, o governo de Nicolás Maduro decretou o bloqueio de todas as conexões navais e aéreas com Curaçao, Aruba e Bonaire, até que "se encerrem as atividades das máfias" de contrabando nesses lugares.

O presidente culpa a especulação e o contrabando de produtos subsidiados pela falta de alimentos e itens básicos na Venezuela. (ANSA)

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório