Meteorologia

  • 25 MAIO 2018
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Alvo de 800 acusações, Zuma diz que pedido de renúncia é injusto

Partido está solicitando saída do presidente sul-africano

Alvo de 800 acusações, Zuma diz que pedido de renúncia é injusto
Notícias ao Minuto Brasil

10:33 - 14/02/18 por Notícias Ao Minuto

Mundo corrupção

O presidente da África do Sul, Jacob Zuma, discursou nesta quarta-feira (14) à TV estatal do país sobre as pressões que vem sofrendo do seu partido para que renuncie. O sul-africano afirma que não fez nada de errado e que o pedido é "injusto".

Zuma responde por 800 acusações por corrupção relativa a contratos de armas do final dos anos 1990. Ele está sendo investigado por suposta utilização do Estado para favorecer empresários com concessões públicas milionárias. Os escândalos de corrupção levaram a África do Sul a uma crise política.

Como explica o 'G1', a direção do ANC pode solicitar a saída de seus membros que estejam no governo, como aconteceu em 2008 com o ex-presidente Thabo Mbeki. Ele cumpriu a decisão e renunciou. Se optar por não renunciar, Zuma pode ser destituído por meio de uma moção no Parlamento.

Leia também: Defesa de Trump admite que pagou US$130 mil à atriz pornô

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório