Meteorologia

  • 18 OUTUBRO 2018
Tempo
15º
MIN 15º MÁX 15º

Edição

Senadores bipartidários fecha acordo sobre 'dreamers'

Documento foi criado por republicanos e democratas de centro

Senadores bipartidários fecha acordo sobre 'dreamers'
Notícias ao Minuto Brasil

15:02 - 15/02/18 por Ansa

Mundo EUA

Um grupo bipartidário de senadores norte-americanos apresentou uma nova proposta para resolver a questão dos imigrantes irregulares que chegaram ao país ainda menores de idade, os chamados "Dreamers".

+ Tiroteio na Flórida é o 18º de 2018 em meio escolar nos EUA

O acordo foi fechado por um grupo de oito senadores democratas e oito republicanos, que tem uma "visão de centro" do governo, e tentará entrar na pauta das votações da Casa ainda nesta semana.

De acordo com o republicano Lindsay Graham, além de proteger os cerca de 800 mil imigrantes beneficiados pelo "Ação Diferida para Chegadas Infantis" (Daca), o documento prevê a liberação de fundos para reforçar a segurança nas fronteiras do país.

No entanto, a mídia norte-americana afirma que o Departamento de Segurança Interna rejeitou a medida, que "criaria uma anistia em massa para mais de 10 milhões de estrangeiros, incluindo criminosos".

O Daca foi criado pelo ex-presidente Barack Obama para garantir os direitos de centenas de milhares de pessoas que chegaram aos EUA ainda crianças ou adolescentes. Ou seja, pessoas que imigraram para o país não por vontade própria, mas sim pela ação de pais ou parentes. No entanto, a medida nunca foi regulamentada - até por conta da forte presença dos republicanos no Congresso.

Em setembro do ano passado, o atual mandatário, Donald Trump, anunciou a revogação da medida e causou uma série de protestos tanto nas ruas como de políticos. A ideia era mandar até o próximo dia 5 de março esses imigrantes de volta para os países de origem.

No entanto, a Justiça bloqueou a medida por diversas vezes e o caso chegou a ser um dos principais pontos dos dois "shutdowns" sofridos pela administração Trump no último mês. E, por causa da forte resistência dos democratas, o presidente chegou a "ceder" sobre o tema, mas atrelando um benefício aos "dreamers" com a construção de um muro na fronteira com o México. Com informações da Ansa. 

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório