Meteorologia

  • 21 OUTUBRO 2021
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Novo tremor de 6,1 na Papua Nova Guiné após abalo que causou 31 mortos

Sismo ocorreu dois dias depois de um outro de magnitude 7,6 ter provocado avalanches que causaram a morte de pelo menos 31 pessoas

Novo tremor de 6,1 na Papua Nova Guiné após abalo que causou 31 mortos

Um terremoto de magnitude 6 atingiu nesta quarta-feira (28) o interior da Papua Nova Guiné, dois dias depois de um outro sismo de magnitude 7,6 ter provocado na mesma região avalanches que causaram a morte de pelo menos 31 pessoas.

O Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS, na sigla em inglês), que registra a atividade sísmica em todo o mundo, situa o hipocentro do sismo a 10 quilômetros de profundidade e o localizou a 90 quilômetros de Mendi, capital da província das Terras Altas do Sul.

+ Exército mexicano mata chefe de segurança da família de 'El Chapo'

Segundo as autoridades, pelo menos 13 pessoas morreram em Mendi, na sequência do primeiro abalo, e outras 18 terão perdido a vida nas regiões de Kutuku e Bosave.

Cerca de 300 pessoas ficaram feridas e há relatos de danos consideráveis em propriedades e infraestruturas. O primeiro sismo, de 7,5 graus de magnitude, registrou-se a uma profundidade de 35 quilômetros e com epicentro a uns 90 quilômetros a sul de Porgera, na província de Enga, segundo o USGS. Ao terremoto, sucederam-se várias réplicas de até 6,3 graus de magnitude.

O abalo obrigou a suspender os trabalhos na mina Ok Tedi e na exploração de gás de Hides, explorada pela multinacional ExxonMobil, como medida de precaução para avaliar os possíveis danos em instalações.

Os sismos são frequentes na Papua Nova Guiné, território situado numa zona intitulada "cinturão do fogo" do Pacífico, onde estão localizadas placas tectônicas, fonte de atividade sísmica e vulcânica frequente. Com informações da Lusa.

Campo obrigatório