Meteorologia

  • 23 SETEMBRO 2018
Tempo
15º
MIN 15º MÁX 15º

Edição

Guru indiano é condenado à prisão perpétua por estupro

Asaram Bapu chegou a ser preso pelo crime anos atrás

Guru indiano é condenado à prisão perpétua por estupro
Notícias ao Minuto Brasil

21:01 - 26/04/18 por Ansa

Mundo Asaram Bapu

O guru indiano Asaram Bapu foi condenado à prisão perpétua por abusar sexualmente de uma jovem de 16 anos.

Bapu, que possui 400 "ashrams" - centros de meditação e prática religiosa - espalhados pelo mundo, é acusado de violentar uma de suas seguidoras em Judhpur.

Leia também: Diretor da ONU: Estado Islâmico quer criar onda de migração para Europa

O caso aconteceu há cinco anos, e o guru chegou a ser preso pelo crime. Mas esse não é o único episódio pelo qual Bapu é julgado.

Aos 77 anos, ele também é acusado de violência sexual por uma mulher em Gujarat, crime que teria ocorrido entre 2002 e 2004.

Além disso, outros gurus indianos estão envolvidos em estupros. Em 2017, Gurmeet Ram Rahim Singh foi condenado a 20 anos de prisão por violência sexual contra duas mulheres em 2002.

A sentença gerou diversos protestos na Índia, que culminaram na morte de mais de 30 pessoas, além de 200 feridos. (ANSA)

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório