Meteorologia

  • 22 MAIO 2019
Tempo
15º
MIN 15º MÁX 15º

Edição

Repórter crítico de Putin é assassinado na Ucrânia

Arkady Babchenko foi baleado pelas costas em sua própria casa

Repórter crítico de Putin é assassinado na Ucrânia
Notícias ao Minuto Brasil

05:44 - 30/05/18 por Ansa

Mundo crime

O jornalista russo Arkady Babchenko, crítico do presidente Vladimir Putin, foi assassinado a tiros em seu apartamento em Kiev, capital da Ucrânia, nesta terça-feira (29).

Babchenko foi baleado pelas costas três vezes, enquanto entrava em casa. Sua esposa estava no banheiro e o encontrou no corredor, coberto de sangue. O jornalista faleceu na ambulância, a caminho do hospital.

Leia também: Imigrante recebe naturalização francesa após salvar criança de 4 anos

Nascido em 1977, Babchenko havia combatido com as Forças Armadas da Rússia nas duas guerras da Chechênia, nos anos 1990, mas abandonou a farda em 2000 e passou a se dedicar ao jornalismo.

Como repórter, foi correspondente de guerra dos jornais "Moskovskiy Komsomolets" e "Zabytyi Polk". Também colaborou com o diário "Novaya Gazeta" e escreveu livros sobre seu país.

Crítico de Putin, Babchenko denunciava a desestabilização da Ucrânia pelo Kremlin e escreveu reportagens sobre o conflito. Em fevereiro de 2017, publicou uma mensagem no Facebook mostrando indiferença pelo acidente aéreo que matara o coral do Exército russo, no Mar Negro, em dezembro de 2016.

Em seguida, denunciando "ameaças", se mudou para Praga, na República Tcheca, e depois para Kiev, onde trabalhava para a emissora "ATR".

O assassinato de Babchenko acontece dois anos depois de Pavel Sheremet, um proeminente jornalista liberal da Bielorrússia, ser morto em um carro-bomba em Kiev. O assassinato de Sheremet nunca foi resolvido, afirma o jornal britânico The Telegraph. Com informações da ANSA.

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório