Meteorologia

  • 24 JUNHO 2018
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Guerrilha critica candidato favorito na Colômbia

Exército de Libertação Nacional disse que Iván Duque "não está interessado na paz"

Guerrilha critica candidato favorito na Colômbia
Notícias ao Minuto Brasil

19:21 - 12/06/18 por Ansa

Mundo eleições

A guerrilha Exército de Libertação Nacional (ELN) criticou nesta terça-feira (12) o candidato Iván Duque, de direita, favorito para vencer o segundo turno das eleições presidenciais na Colômbia, em 17 de junho.   

Segundo o ELN, o postulante apoiado por Álvaro Uribe não está interessado nas negociações de paz, que acontecem em Cuba.

+ Macron acusa Itália de 'cinismo' ao barrar migrantes

"Duque desconhece a agenda de conversas pactada com o governo, o que significa que não está interessado na participação da sociedade na construção da paz", disse Pablo Beltrán, negociador-chefe do grupo, por meio de uma nota.   

A guerrilha anunciou uma trégua de cinco dias para o segundo turno das eleições, que tem como candidatos Duque e o esquerdista Gustavo Petro. Beltrán havia convidado o conservador para viajar a Havana e se inteirar das negociações.   

Por sua vez, Petro cobrou do ELN um "sinal claro de que quer a desmobilização, o desarmamento e a reinserção". "Para isso, o melhor seria uma concentração prévia, com supervisão internacional", declarou o candidato, exigindo também a suspensão de "todas as atividades criminais".   

Após a dissolução das Farc, rebatizadas como "Força Alternativa Revolucionária do Comum", o ELN tornou-se o maior grupo guerrilheiro do país, contabilizando aproximadamente 1,5 mil combatentes. (ANSA)

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório