Meteorologia

  • 20 OUTUBRO 2018
Tempo
15º
MIN 15º MÁX 15º

Edição

Explosão em Bolonha causou prejuízo de 10 milhões

Defesa Civil da cidade divulgou estimativa dos danos

Explosão em Bolonha causou prejuízo de 10 milhões
Notícias ao Minuto Brasil

15:56 - 08/08/18 por ANSA

Mundo Estimativa

A Defesa Civil de Bolonha, estimou nesta quarta-feira (8) que o prejuízo causado pelo acidente de trânsito que causou uma forte explosão na cidade, deixando um morto e 145 feridos, foi de cerca de 10 milhões de euros, o equivalente a 43,4 milhões de reais.

"São cinco milhões de euros somente pelos danos causados às duas concessionárias de automóveis atingidas, além disso, há os comércios e as casas. Também houve danos a duas escolas na região e à rede de iluminação pública", disse o porta-voz da Defesa Civil, Alberto Altini.

+ Veja como ficou a ilha de Lombok após terremoto destruidor na Indonésia

A Autostrade per Italia, concessionária responsável pelas rodovias A1 e A14, que foram afetadas pelo acidente, informou que as pistas estão liberadas desde a manhã desta terça-feira (7) para tráfego nos dois sentidos. A ponte que desabou por causa do acidente deve levar cinco meses para ser reconstruída.

Detalhes

Um caminhão que levava material inflamável se chocou contra outro veículo na última segunda-feira (6), provocando uma explosão e um incêndio. O motorista do caminhão, Andrea Anzolin, de 42 anos, morreu. Ele é a única vítima fatal, apesar de ter sido divulgado que duas pessoas teriam morrido no acidente. A explosão também fez uma ponte desabar.

O caminhão-cisterna, carregado de gás de petróleo liquefeito (GPL), chocou-se contra outro caminhão que estava à sua frente, provocando uma imediata explosão. O fogo gerou um incêndio de grandes proporções, que atingiu um restaurante próximo e duas concessionárias, além de ser sentido em vários bairros, quebrando vidros de imóveis.

O balanço mais recente de vítimas, divulgado pela USL de Bolonha, fala em 145 feridos, sendo quatro em estado grave e internados nos centros de queimaduras de Cesena e Parma, mas nenhum deles com risco de vida. (ANSA)

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório