Meteorologia

  • 16 OUTUBRO 2018
Tempo
15º
MIN 15º MÁX 15º

Edição

Rapper Kanye West discute reforma prisional com Trump na Casa Branca

A discussão seria sobre perdões judiciais para alguns condenados, sobre a onda de violência em Chicago e sobre esforços do governo para criar empregos para negros

Rapper Kanye West discute reforma prisional com Trump na Casa Branca
Notícias ao Minuto Brasil

16:28 - 11/10/18 por Folhapress

Mundo Encontro

O presidente americano Donald Trump e o rapper Kanye West almoçaram na Casa Branca nesta quinta-feira (11); na pauta do encontro entre os dois estava a reforma prisional.

Eles comeram frango assado no Salão Oval na companhia do ex-jogador de futebol americano Jim Brown, da filha de Trump, Ivanka, e do marido de Ivanka, Jared Kushner. 

A discussão seria sobre perdões judiciais para alguns condenados, sobre a onda de violência em Chicago e sobre esforços do governo para criar empregos para negros.

+ 'Sou a pessoa que mais sofre bullying', diz Melania Trump

Durante o encontro, Kanye usou um boné com o slogan de campanha de Trump, "torne a América grandiosa novamente", e afirmou que a peça o faz "se sentir como o Superman".

O rapper também elogiou o presidente por evitar a guerra com a Coreia do Norte e sugeriu que Trump transformasse o Air Force One, o avião presidencial, em uma aeronave movida a hidrogênio.

Trump disse que Kanye é um amigo e um "cara diferente", que tem muita influência na comunidade negra, e afirmou que pode possivelmente fazer campanha com o rapper.

+ EUA enviam investigadores para apurar desaparecimento de jornalista

A visita de Kanye à Casa Branca vem meses depois de uma reunião de sua mulher, a celebridade Kim Kardashian West, com Trump. Kardashian West convenceu o presidente a perdoar Alice Johnson, uma mulher de 63 anos, bisavó, que estava cumprindo uma sentença de prisão vitalícia por crimes relacionados a tráfico de drogas.

O apoio de Kanye a Trump é polêmico entre celebridades. O rapper é próximo do presidente há tempos -em dezembro de 2016, depois de Trump ser eleito mas antes que ele iniciasse seu mandato, ele se reuniu com o republicano na Trump Tower.

O encontro entre Trump e Kanye vem depois de a cantora Taylor Swift, desafeto antigo do rapper e de sua mulher, ter declarado apoio a dois candidatos democratas no Tennessee. No domingo (7), Swift, que tem 112 milhões de seguidores no Instagram, escreveu um texto incentivando os fãs a se registrarem para votar e endossando os democratas Phil Bredesen, no Senado, e Jim Cooper, na Câmara dos Deputados. 

REFORMA PRISIONAL

Trump vem defendendo reformas no sistema prisional e disse estar aberto a mudanças nas políticas de sentenciamento, tema que divide republicanos.

"Há pessoas na cadeia por muito tempo. Precisamos de uma reforma. Isso não significa que seja fácil. Vamos tornar mais duras as penas em algumas categorias, quando se fala de vender drogas e outras coisas", disse Trump em entrevista à Fox News. "É muito injusto com os negros e com todo mundo. Também é muito caro."

O republicano disse que se necessário passaria por cima de seu secretário de Justiça, Jeff Sessions, que é contra esforços para reduzir sentenças. "Bom, se ele não gosta então vai ser desautorizado por mim, porque eu tomo as decisões, não ele", disse o presidente. Com informações da Folhapress. 

Leia também: Indonésia estende operações de resgate após sismo a pedido de moradores

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório