Meteorologia

  • 05 JULHO 2020
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Paquistão condena ex-premier Sharif a 7 anos de prisão

Corte anunciou sentença do processo Al-Azizia Steel Mills

Paquistão condena ex-premier Sharif a 7 anos de prisão

O ex-primeiro-ministro do Paquistão Muhammad Nawaz Sharif foi condenado hoje (24) a sete anos de prisão por corrupção no caso Al-Azizia Steel Mills.

A Corte Anticorrupção do Paquistão também obrigou o ex-premier a pagar uma multa de US$ 25 milhões. A sentença se refere aos dois últimos processos pelos quais Sharif respondia.

+ Itália enviará ministro da Agricultura à posse de Bolsonaro

+ Premier israelense confirma presença em posse de Bolsonaro

Ele já tinha sido condenado a 10 anos de prisão no último mês de julho, mas foi solto depois de uma sentença da Suprema Corte.

Sharif, de 68 anos de idade, governou o Paquistão em três ocasiões, mas não completou nenhum dos mandatos. Em 1993, teve de renunciar por acusações de corrupção. Iniciado em 1997, seu segundo mandato se viu interrompido em 1999, após um golpe de Estado militar.

Em julho de 2017, Sharif renunciou depois de uma decisão da Corte Suprema do país de desabilitá-lo por causa do escândalo do "Panamá Papers", que vinculou a sua família a empresas em paraísos fiscais. (ANSA)

Campo obrigatório