Meteorologia

  • 20 JUNHO 2019
Tempo
15º
MIN 15º MÁX 15º

Edição

No Egito, apresentador é condenado à prisão por entrevistar homossexual

O apresentador foi condenado a um ano de prisão, uma multa de 3000 libras egípcias (R$ 626,72 no câmbio atual).

No Egito, apresentador é condenado à prisão por entrevistar homossexual
Notícias ao Minuto Brasil

11:33 - 21/01/19 por Notícias Ao Minuto

Mundo Denúncia

Um tribunal egípcio condenou neste domingo (20), a um ano de prisão o apresentador Mohammed al Ghaity, sob a acusação de "desprezo à religião, libertinagem e propagar a homossexualidade" por ter convidade durante um programa ao vivo um jovem homossexual.

O apresentador foi condenado a um ano de prisão, uma multa de 3000 libras egípcias (R$ 626,72 no câmbio atual) e a um ano de vigilância por ter convidado ao programa 'Sah al Num' do canal egípcio 'LTC' o jovem homossexual, cuja imagem aparecia pixelada. A decisão ainda cabe recurso em instância judicial superior.

+Exército de Israel bombardeia alvos iranianos na Síria

De acordo com a agência Efe, quem denunciou o apresentador à Procuradoria Geral foi o advogado egípcio Samir Sabry que afirmou que o programa 'contradiz as regras e os pilares mais básicos religiosos'

"O apresentador começou a fazer muitas perguntas, e todas sujas e de baixo nível. As respostas ao vivo foram todas inclusive piores e que não podem ser transmitidas na televisão nem em outros veículos de comunicação", comentou o advogado.

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório