Meteorologia

  • 16 JULHO 2019
Tempo
15º
MIN 15º MÁX 15º

Edição

Venezuela: tropa lança lacrimogêneo contra quem tenta passar fronteira

Está programada para este sábado a chegada da caravana organizada por líderes da oposição com ajuda humanitária ao país

Venezuela: tropa lança lacrimogêneo contra quem tenta passar fronteira
Notícias ao Minuto Brasil

09:46 - 23/02/19 por Notícias Ao Minuto

Mundo Tensão

Tropas venezuelanas perto da fronteira com a Colômbia dispararam, neste sábado (23), gás lacrimogêneo contra um grupo de pessoas que tentavam atravessar para o país vizinho para trabalhar. Ainda não há informações sobre vítimas, de acordo com agências internacionais.

No fim da noite desta sexta-feira, a vice de Nicolás Maduro, Delcy Rodríguez, anunciou o fechamento de todas as pontes que ligam a Venezuela à Colômbia.

Está programada para este sábado a chegada da caravana organizada por líderes da oposição com ajuda humanitária ao país comandado por Maduro. São quase 200 toneladas de alimentos, remédios e itens de primeira necessidade.

Os responsáveis pela iniciativa dizem que conseguirão cruzar a fronteira, custe o que custar. Dizem, também, que não terão apoio militar para chegar ao território venezuelano, pelo lado colombiano, com um comboio de cerca de 100 caminhões.

+ Exército da Venezuela abre fogo contra opositores e mata 2 na fronteira

+ Bolsonaro consultou Congresso e STF antes de manter ajuda à Venezuela

"Nossa proteção serão as pessoas, milhares de venezuelanos vão nos acompanhar, os soldados também estão passando fome, nós vamos conseguir, vamos atravessar", disse o deputado José Manuel Olivares, um dos principais organizadores da distribuição dos mantimentos a partir da Colômbia.

Os comboios seguirão para as três pontes que ligam Cúcuta à Venezuela – além de uma quarta ponte, ao norte da cidade colombiana – às 10h deste sábado (horário de Brasília).

Fronteira com Brasil

De acordo com o portal G1, dois caminhões venezuelanos com ajuda humanitária brasileira já partiram de Boa Vista (RR) em direção à Venezuela, mas a fronteira também foi fechada, na última quinta-feira (21), a mando de Maduro.

Os caminhões deixaram a capital de Roraima às 6h50, escoltados pela Polícia Rodoviária Federal e, pelas regras estabelecidas pelo governo brasileiro, a ajuda deve ser transportada por caminhões venezuelanos conduzidos por motoristas venezuelanos.

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório