Meteorologia

  • 22 ABRIL 2019
Tempo
15º
MIN 15º MÁX 15º

Edição

Militares venezuelanos na fronteira desertam e seguem para a Colômbia

Eles usaram dois blindados de pequeno porte para romper contêineres que haviam sido instalados na ponte para bloquear a passagem de veículos

Militares venezuelanos na fronteira desertam e seguem para a Colômbia
Notícias ao Minuto Brasil

11:53 - 23/02/19 por Notícias Ao Minuto

Mundo Alerta

O autoproclamado presidente interino da Venezuela, Juan Guaidó, postou um vídeo em seu perfil no Twitter, neste sábado (23), em que mostra o momento em que três militares da Guarda Nacional Bolivariana desertaram e passaram para a Colômbia, na ponte Francisco de Paula Santander, uma das ligação entre os dois países

Conforme O Globo, os desertores usaram dois blindados de pequeno porte para romper contêineres que haviam sido instalados na ponte para bloquear a passagem de veículos. A informação foi confirmada por um comunicado da Migração da Colômbia.

+ Bolsonaro consultou Congresso e STF antes de manter ajuda à Venezuela

+ Caminhões com ajuda humanitária deixam Boa Vista em direção à Venezuela

Um pouco mais cedo, tropas venezuelanas perto da fronteira com a Colômbia dispararam gás lacrimogêneo contra um grupo de pessoas que tentavam atravessar para o país vizinho, dizendo que iriam trabalhar.

No fim da noite desta sexta-feira, a vice de Nicolás Maduro anunciou o fechamento de todas as pontes que ligam a Venezuela à Colômbia.

Está prevista para este sábado a chegada da caravana organizada por líderes da oposição com ajuda humanitária ao país comandado por Maduro. São quase 200 toneladas de alimentos, remédios e itens de primeira necessidade.

Os responsáveis pela iniciativa dizem que conseguirão cruzar a fronteira, custe o que custar. Dizem também que não contarão com apoio militar para chegar ao território venezuelano com um comboio de cerca de 100 caminhões.

"Nossa proteção serão as pessoas, milhares de venezuelanos vão nos acompanhar, os soldados também estão passando fome, nós vamos conseguir, vamos atravessar", disse o deputado José Manuel Olivares, um dos principais organizadores da distribuição dos mantimentos a partir da Colômbia.

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório