Meteorologia

  • 15 OUTUBRO 2019
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Após escândalo, presidente austríaco pede eleições já para setembro

Vice-chanceler austríaco se demitiu-se após ser acusado de corrupção

Após escândalo, presidente austríaco pede eleições já para setembro
Notícias ao Minuto Brasil

10:00 - 19/05/19 por Notícias Ao Minuto

Mundo Áustria

O presidente da Áustria, Alexander van der Bellen, recomendou este domingo, que as eleições antecipadas sejam marcadas para o início do mês de setembro.

Estas eleições antecipadas acontecem depois de um escândalo de corrupção que abalou a extrema-direita austríaca, a dias das eleições europeias.

O governante destacou a urgência de avançar com o processo para que o eleitorado possa reconstruir a confiança no governo. “Este novo começo deve acontecer rapidamente, tanto quanto a Constituição Federal permita, por isso apelo a eleições em setembro, se possível no início de setembro”, afirmou, disse em entrevista à Reuters.

O chanceler federal, Sebastian Kurz, líder do conservador Partido Popular Austríaco (ÖVP), dissolveu a coligação que mantinha com o partido de extrema-direita FPÖ porque o líder da sigla, Heinz-Christian Strache, número dois no governo, foi filmado por uma câmara escondida conversando com uma mulher, alguns meses antes das eleições legislativas austríacas de 2017, sobre a possibilidade de um apoio financeiro e mediático ao FPÖ em troca da adjudicação de contratos públicos.

“Propus ao Presidente da República que as eleições legislativas sejam realizadas o mais rapidamente possível", afirmou Sebastian Kurz em coletiva de imprensa.

Os títulos alemães Süddeutsche Zeitung e Der Spiegel referiram, ainda, que o Heinz-Christian Strache, que já se demitiu do cargo de vice-chanceler, se encontrou com a mulher por acreditar que ela teria ligações com um oligarca russo influente.

Campo obrigatório