Meteorologia

  • 18 NOVEMBRO 2019
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Líder de Hong Kong diz que projeto de lei de extradição está 'morto'

Nos últimos dias milhares de pessoas protestaram em Hong Kong contra um projeto de lei

Líder de Hong Kong diz que projeto de lei de extradição está 'morto'
Notícias ao Minuto Brasil

11:00 - 09/07/19 por Folhapress

Mundo Governo

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A chefe-executiva de Hong Kong, Carrie Lam, disse nesta segunda-feira (8, terça-feira pelo horário local) que o projeto de lei de extradição de suspeitos à China continental está "morto". Acrescentou ainda que a condução da proposta pelo governo foi um fracasso total.

Lam, no entanto, se negou a anunciar a retirada do texto. "Em certa medida, se retirasse hoje, poderia voltar no Conselho Legislativo em três meses. Se querem escutar algo muito determinante e decisivo, 'o projeto de lei está morto' é uma declaração bastante determinante."

Estudantes universitários que lideram os protestos no território semiautônomo seguem insatisfeitos e exigem a total anulação do projeto. Eles ainda reivindicam investigação independente sobre a atuação da polícia na repressão aos atos, anistia aos detidos e a renúncia de Lam, seguida de reformas democráticas.

Sob domínio chinês desde 1997, a ex-colônia britânica possui um sistema legal próprio e certa autonomia política em relação a Pequim, em um arranjo conhecido como "um país, dois sistemas".

Campo obrigatório