Meteorologia

  • 21 JANEIRO 2021
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

'Pesquisas erram', diz Crivella sobre favoritismo de Eduardo Paes no Rio

Em pesquisa Datafolha divulgada no sábado anterior ao primeiro turno, o atual líder do Executivo carioca tinha 18% dos votos válidos

'Pesquisas erram', diz Crivella sobre favoritismo de Eduardo Paes no Rio
Notícias ao Minuto Brasil

14:00 - 29/11/20 por Folhapress

Política MARCELO-CRIVELLA

RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHAPRESS) - "As pesquisas erram", disse o prefeito Marcelo Crivella (Republicanos) neste domingo (29) sobre o favoritismo de seu rival no Rio de Janeiro, Eduardo Paes (DEM), que tem, na véspera do segundo turno, larga vantagem na disputa.Pesquisa Datafolha mostra Crivella com 32% de votos válidos, excluem brancos, nulos e indecisos, ante 68% de Paes.

"Lembrem que as pesquisas do primeiro turno sempre davam Crivella com 10%, 12%. No final, tínhamos 20%."

Em pesquisa Datafolha divulgada no sábado anterior ao primeiro turno, o atual líder do Executivo carioca tinha 18% dos votos válidos.

"Ninguém casa pensando em divórcio, não tem planos para divórcio", afirmou Crivella ao se negar a comentar um eventual resultado desfavorável. Ele disse que, como sempre, passaria na igreja após votar. Ele é bispo licenciado da Igreja Universal do Reino de Deus e sobrinho de seu fundador, o bispo Edir Macedo.

Crivella se disse "profundamente triste" pela greve de duas empresas de ônibus, a Redentor e a Futuro. A paralisação prejudicou pela manhã o transporte público de moradores da zona oeste, onde sua votação tem uma média mais favorável do que em outras áreas da cidade. "Não é possível que no dia da eleição as classes mais populares destes bairros todos fiquem sem ônibus para poder votar", afirmou.

O prefeito descreveu como "eletrizante" uma carreata que fez na véspera em Santa Cruz, um dos bairros mais populosos do Rio, na zona oeste justamente. Lá, ouvia-se de veículos de sua campanha o bordão: "Para o Rio não virar Venezuela, vote Crivella".

Campo obrigatório