Meteorologia

  • 28 OUTUBRO 2021
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Governo diz que Michelle respeita sistema de saúde brasileiro após se vacinar contra Covid nos EUA

Michelle Bolsonaro, se vacinou contra a Covid-19 em Nova York, o Palácio do Planalto divulgou uma nota nesta sexta-feira (24) afirmando que a primeira-dama "reitera a sua admiração e respeito ao sistema de saúde brasileiro"

Governo diz que Michelle respeita sistema de saúde brasileiro após se vacinar contra Covid nos EUA
Notícias ao Minuto Brasil

12:04 - 25/09/21 por Folhapress

Política MICHELLE-BOLSONARO

RICARDO DELLA COLETTA
BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - Depois de o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) ter revelado que sua esposa, Michelle Bolsonaro, se vacinou contra a Covid-19 em Nova York, o Palácio do Planalto divulgou uma nota nesta sexta-feira (24) afirmando que a primeira-dama "reitera a sua admiração e respeito ao sistema de saúde brasileiro".


Em sua live na quinta-feira (23), o mandatário relatou uma conversa que teve com a primeira-dama. "Olha o que aconteceu com minha esposa, agora nos Estados Unidos. Veio conversar comigo sobre 'tomo ou não tomo a vacina'", disse Bolsonaro.
"Dei a minha opinião para ela, não vou falar qual foi a minha opinião. Vou falar o que ela fez: ela tomou a vacina. Então ela é maior de idade, tem 39 anos, sabe o que faz e tomou a vacina."


Em entrevista à revista Veja, Bolsonaro confirmou a imunização da primeira-dama e disse que ela se vacinou nos Estados Unidos.
Bolsonaro afirmou não ter se vacinado e tem um histórico de declarações questionando a eficácia de vacinas, apesar de elas serem fundamentais para o controle do coronavírus.


A nota da Secom (Secretaria Especial de Comunicação Social) divulgada nesta sexta diz que Michelle tomou a vacina antes de retornar ao Brasil, quando se submeteu a teste PCR obrigatório para o embarque.


"Durante a realização da testagem, a primeira-dama foi indagada pelo médico se ela gostaria de aproveitar a oportunidade para ser vacinada. Como já pensava em receber o imunizante, resolveu aceitar", afirma o comunicado.


"A primeira-dama reitera a sua admiração e respeito ao sistema de saúde brasileiro, em especial, aos profissionais da área que se dedicam, incansavelmente, ao cuidado da saúde do povo", conclui a nota.

Campo obrigatório